Cláudio Castro assume compromisso com o saneamento universal no Rio de Janeiro

A universalização do abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto vai beneficiar 13 milhões de pessoas

Foto: Rogério Santana

O governador e candidato à reeleição ao Governo do Rio, Cláudio Castro (PL), foi recebido, nesta terça-feira (06/09), pelos principais representantes do setor de saneamento e meio ambiente do estado, na Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES-RIO), no Centro do Rio. Durante o evento, o governador falou sobre as ações da sua gestão e anunciou as suas propostas para os próximos anos. Ao final, Cláudio Castro assinou uma carta-compromisso apresentada pela entidade com as principais demandas.

No encontro, Cláudio Castro destacou a concessão dos serviços de saneamento do estado, o maior projeto socioambiental da América Latina, como a ação mais importante do seu governo, que prevê a universalização da distribuição de água e a coleta e o tratamento de esgoto em 47 municípios, beneficiando 13 milhões de pessoas. Apenas no sistema de água e esgoto, na capital (Barra da Tijuca, Recreio e Jacarepaguá) e nas cidades de Miguel Pereira e Paty do Alferes, a Iguá vai investir R$ 2,1 bilhões. Já foram aplicados R$ 80 milhões em seis meses de operação. Nos contratos firmados com as concessionárias, também está previsto o investimento de R$ 6 bilhões para a despoluição da Baía de Guanabara (R$ 2,6 bilhões), da Bacia do Guandu (R$ 2,5 bilhões) e do Complexo Lagunar da Barra da Tijuca (R$ 250 milhões).

O Estado do Rio hoje resgatou a sua agenda verde e de sustentabilidade, que sempre foi o nosso forte, mas estava abandonada, inserindo o Rio de Janeiro de forma definitiva na Agenda 2030 da ONU, recuperando o seu protagonismo histórico. Fizemos a maior concessão pública do país, que vai levar dignidade para mais de 13 milhões de pessoas e garantir uma melhor gestão dos nossos recursos hídricos do Estado do Rio, superando gargalos que vêm limitando o nosso crescimento em diversas áreas estratégicas e ajudando a acabar com essa falsa dicotomia Meio Ambiente x Desenvolvimento. Para se ter uma ideia, apenas em comunidades não urbanizadas, será investido R$ 1,8 bilhão, gerando 26 mil empregos diretos e indiretos” afirmou Cláudio Castro

Limpeza de rios e recuperação da Mata Atlântica

Foto: Rogério Santana

Entre as ações do seu governo, Cláudio Castro também destacou a criação do Limpa Rio, programa de limpeza e desassoreamento de rios, córregos e canais para a melhoria do escoamento da água, que já contemplou todas as regiões fluminenses, com intervenções em mais de 300 corpos hídricos. Além disso, o governador ressaltou a importância do programa Floresta do Amanhã, que vai realizar o plantio de 2,5 milhões de mudas de espécies endêmicas em 29 unidades de conservação. A ação faz parte das medidas adotadas em respeito aos compromissos assumidos durante a COP26, que estabeleceu como meta o aumento de 10% da cobertura da Mata Atlântica até 2050, visando a mitigação e adaptação das mudanças climáticas.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui