Claudio Castro cresce 5 pontos em 2 semanas no Datafolha

Pesquisa mostra vitória de Cláudio Castro no 2º turno e que 70% dos entrevistados aprovam seu governo no Rio de Janeiro

Foto: Rafael Campos

Na pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (22/9), encomendada pela TV Globo e pela Folha de São Paulo, aponta que o atual governador Cláudio Castro (PL) abriu vantagem de 10 pontos percentuais para o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) na corrida ao Governo do Rio de Janeiro. Na pesquisa de 15/9 ambos estavam em uma situação de empate técnico, assim o Datafolha fica mais próximo de outras pesquisas que aponta o distanciamento entre os 2 principais candidatos.

Castro subiu de 31% para 36%, enquanto Freixo oscilou negativamente de 27% para 26%, e Rodrigo Neves (PDT) vai se mantendo com os mesmos 8% da pesquisa anterior.

  • Cláudio Castro (PL): 36% (31% no Datafolha anterior, de 15 de setembro)
  • Marcelo Freixo (PSB): 26% (27% na pesquisa anterior)
  • Rodrigo Neves (PDT): 8% (8% na pesquisa anterior)
  • Cyro Garcia (PSTU): 2% (3% na pesquisa anterior)
  • Juliete Pantoja (UP): 2% (1% na pesquisa anterior)
  • Wilson Witzel (PMB): 2% (3% na pesquisa anterior)
  • Eduardo Serra (PCB): 2% (3% na pesquisa anterior)
  • Paulo Ganime (Novo): 1% (1% na pesquisa anterior)
  • Luiz Eugênio (PCO): 1% (1% na pesquisa anterior)
  • Branco/nulo/nenhum: 12% (14% na pesquisa anterior)
  • Não sabe: 9% (8% na pesquisa anterior)

A tendência de crescimento de Castro e queda de Freixo também se registrou para o 2º turno:

  • Castro: 46% (43% na pesquisa anterior)
  • Freixo: 38% (41% na pesquisa anterior)
  • Branco/nulo/nenhum: 12% (12% na pesquisa anterior)
  • Não sabe: 4% (5% na pesquisa anterior)

E há poucas chances de vermos uma grande mudança nos resultados, o Datafolha perguntou se o eleitor está decidido em relação a seu voto para governador.

  • totalmente decidido: 64% (63% na pesquisa anterior)
  • ainda pode mudar: 35% (36% na pesquisa anterior)

Freixo e Castro também viram suas rejeições oscilarem para cima, mas o ex-governador, que sabe-se lá a razão para decidir ser candidato de novo, continua sendo o mais rejeitado entre os candidatos a governador do Rio em 2022:

  • Wilson Witzel (PMB): 49% (47% na pesquisa anterior)
  • Marcelo Freixo (PSB): 27% (25% na pesquisa anterior)
  • Cláudio Castro (PL): 21% (19% na pesquisa anterior)
  • Juliete Pantoja (UP): 14% (15% na pesquisa anterior)
  • Cyro Garcia (PSTU): 14% (12% na pesquisa anterior)
  • Eduardo Serra (PCB): 10% (10% na pesquisa anterior)
  • Paulo Ganime (Novo): 10% (10% na pesquisa anterior)
  • Luiz Eugênio (PCO): 9% (11% na pesquisa anterior)
  • Rodrigo Neves (PDT): 9% (9% na pesquisa anterior)
  • Rejeita todos: 5% (6% na pesquisa anterior)
  • Votariam em todos: 2% (3% na pesquisa anterior)
  • Não sabe: 9% (7% na pesquisa anterior)

A avaliação do governo Castro também subiu além da margem de erro, chegando a 32% de ótimo/bom, se levarmos em conta o regular, chega a 70% de aprovação, e 21% de desaprovação de seu governo:

  • ótimo/bom: 32% (28% na pesquisa anterior)
  • regular: 38% (39% na pesquisa anterior)
  • ruim/péssimo: 21% (23% na pesquisa anterior)
  • não sabe: 8% (9% na pesquisa anterior)

A pesquisa ouviu 1.526 pessoas entre 20 e 22 de setembro, em 45 municípios fluminenses. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número RJ-07687/2022.

Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. O crescimento do Castro e de seu grupo político representa muito bem o fluminense, gosta de vagabundo, de pilantra, que rouba, que mente, charlatão, falso moralista que cultua falsos heróis como o Gabriel Monteiro e policiais “da tolerância zero contanto que não seja contra mim e meus bandidos de estimação”. O fluminense nunca esteve tão bem representado.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui