Cláudio Castro participa da abertura do tradicional festival ‘Oktoberfest Rio’

Pela terceira vez na Cidade Maravilhosa, o maior evento de chope e cerveja do mundo tem extensa programação para este e o próximo fim de semana

FOTO: LUIS ALVARENGA

Na noite de sexta-feira, (14/10), o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, participou da abertura do Oktoberfest Rio, na Marina da Glória. Junto com o cônsul-geral da Alemanha, Dirk Augustin, e do cônsul-adjunto, Joachim Schemel, Castro abriu o primeiro barril de chope do evento, que tem a expectativa de reunir pelo menos 10 mil pessoas por dia até hoje, (15/10), e na próxima semana, também de sexta-feira a domingo.

O festival não pode ser realizado nos últimos dois anos por conta da pandemia.

“Apesar das dificuldades, nós sempre acreditamos no evento. É uma alegria poder celebrar a volta da Oktoberfest neste local tão bonito, que é a Marina da Glória. Que seja um grande evento. Mais uma vez, dias de glória para o Rio de Janeiro. Parabéns a todos e vamos festejar”, discursou Cláudio Castro, acompanhado da primeira-dama Analine Castro.

Dirk Augustin agradeceu a presença do governador, que voltou a apostar no retorno de grandes eventos, como Stock Car, após 10 anos fora do Rio, e Copa Davis, depois de 20 anos, além da ExpoRio Turismo. A terceira edição da festa, que apresenta o melhor das culturas germânica e carioca, ganhou um reforço dos próprios alemães para promover uma verdadeira e tradicional experiência da Oktoberfest original.

“A maior Oktoberfest do mundo é a de Munique (na Alemanha), mas aqui (no Rio) é a mais divertida. Ainda mais aos pés do Pão de Açúcar”, disse o cônsul-geral da Alemanha, participando em seguida do primeiro brinde com o governador, Schemel e membros da organização e dançarinos de Petrópolis, entre eles Alexandre Paiva.

A Oktoberfest Rio, que celebra mais de dois séculos da festa de origem germânica, conta com um espaço dedicado ao samba, ritmo homenageado nesta edição, com apresentações de artistas consagrados, como Alcione, Martinho da Vila e o grupo Raça Negra. O toque musical alemão fica por conta dos grupos folclóricos Bauernband e Bauernjazz. O espaço conta com praça de alimentação com opções da culinária alemã, espaços instagramáveis e postos médicos.

Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. Enquanto Castro se divertia, minha filha era assaltada na Praça Varnhagen na Tijuca, sem um policial no local. Há três meses foi assaltada no Flamengo. E esse indivíduo foi reeleito

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui