Cobra nativa da África e Ásia é solta por engano no Parque Nacional da Tijuca; Corpo de Bombeiros investiga erro

Soltura do animal no local foi um erro do Grupamento de Salvamento Florestal do CBMERJ, que pensou se tratar de uma jiboia

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Cobra Python Ball solta por engano no Parque Nacional da Tijuca - Foto: Reprodução

Uma cobra da espécie Python Ball, nativa dos continentes africano e asiático, foi solta equivocadamente na última semana no Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro.

A soltura do animal no local foi um erro do Grupamento de Salvamento Florestal do Corpo de Bombeiros, que pensou se tratar de uma jiboia.

De acordo com o biólogo Izar Aximoff, a presença da cobra na fauna brasileira pode causar um desequilíbrio, por não se tratar de um animal nativo.

”Uma das questões importantes a se verificar é a reprodução. Em 2020, foi veiculada uma notícia de que uma Python que vivia num zoológico americano, 15 anos após ter contato com o macho, colocou os ovos. Seria legal a gente ter mais informações, de onde veio essa cobra, quantos anos ela tem e torcer para que ela não esteja grávida e espalhe filhotinhos pelo Parque Nacional da Tijuca”, ressaltou Izar.

Advertisement

Leia também

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Polícia Militar planeja ampliar sistema de reconhecimento facial para 650 câmeras no RJ

Vale ressaltar que o Corpo de Bombeiros do RJ abriu uma sindicância para apurar a situação. Segundo a corporação, anualmente há diversos resgates e solturas de animais, ”sempre com técnica e cuidado para preservar a saúde dos mesmos”. O CBMERJ destacou ainda que ”o fato ocorrido não segue o padrão da corporação”.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Cobra nativa da África e Ásia é solta por engano no Parque Nacional da Tijuca; Corpo de Bombeiros investiga erro

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui