Foto: Divulgação

No dia (14/09) a unidade Tijuca do Colégio Qi vai abrir espaço para discutir temas como depressão, suicídio e outros transtornos mentais. Assuntos que crescem cada vez mais pelos corredores das instituições de ensino pelo país, em alunos de todas as idades.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

A unidade de ensino trata-rá de assuntos que permeiam esse universo, entre eles: Como lidar com essas questões? Qual a função da escola? E a família, como deve atuar? Para ajudar a responder essas e outras questões a escola convidou a psicóloga clínica e escolar, Ana Paula Queiroz; o psiquiatra Helio Antônio Rocha; o psiquiatra e neurologista Luiz Mario Duarte; e a representante do CVV (Centro de Valorização da Vida), Patrícia Fanteza.

O evento, gratuito e aberto ao público, vai ser das 9h às 12h30 no auditório do Colégio. Para participar basta se inscrever através do email biacolhe@gmail.com. O colégio fica na Rua Ibituruna, 37, Tijuca.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui