Colunismo carioca perde a brilhante e sensível Anna Ramalho

Anna Ramalho, que estava internada na Clínica São José para o tratamento de um câncer, morreu em decorrência de uma embolia pulmonar

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Anna Ramalho atuou nas redações mais importantes do Rio de Janeiro / Reprodução: Rede Social

O jornalismo do Rio de Janeiro perdeu um dos ícones do colunismo social. A sensível e competente Anna Ramalho morreu, nesta quarta-feira (27). Anna travava uma árdua batalha contra um câncer. A jornalista estava internada na Clínica São José, no Humaitá, na Zona Sul da cidade, onde faleceu em decorrência de uma embolia pulmonar.

Anna Ramalho tinha 44 anos da sua vida profissional dedicados ao colunismo social. Anna deu os primeiros passos no jornalismo na extinta Manchete, tendo passado por outras importantes redações cariocas. A jornalista foi editora da destacada Coluna do Swann, no jornal O Globo, além de ter abrilhantado as redações do Jornal do Brasil e O Dia. No extinto JB, dava nome a uma coluna de grande prestígio. Desde os anos 2000, o site que leva o seu nome está no ar divulgando informações de grande relevância sobre a vida social do Rio de Janeiro, cultura e política. Anna soube evoluir para o mundo digital.

Em um depoimento comovente e corajoso, Anna Ramalho revelou aos seus leitores e admiradores que travava uma dura luta contra um câncer. A todos, ela disse ter perdido “o cabelo, mas jamais a força”.

Em sua rede social, a coordenadora e professora do Projeto Uerê, Yvonne Bezerra de Mello disse com grande consternação: “Perder uma amiga querida, de muitas décadas, me deixou terrivelmente abalada. É como se um pedaço meu fenecesse com ela. Querida Ana Ramalho, você vai fazer muita falta. Sua alegria contagiante, sua inteligência acima da média, sua irreverência, sua bondade e amizade nunca serão esquecidos por aqueles que a amaram e a admiraram. Querida amiga, sem palavras para expressar minha tristeza. As últimas palavras que trocamos dias atrás, foi você me dizer: ” I love You “, e eu respondi: ” I love you too “. E acrescento: para sempre…”

Advertisement

Anna Ramalho deixou um filho, o chef Christiano Ramalho, que é casado com a veterinária Carol. Desta união, Anna Ramalho teve duas netas: Antônia e Olívia. A jornalista deixou ainda uma única irmã: Bel, que deu-lhe dois sobrinhos: a advogada Maria Clara e o colega Guilherme Amado.

De acordo com informações da família dadas ao jornal O Dia, o velório de Anna Ramalho será nesta quinta-feira (28) e a cremação na sexta-feira (29).

As informações são do jornal O Dia.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Colunismo carioca perde a brilhante e sensível Anna Ramalho
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui