Com 20 metros de altura e 5 mil lâmpadas, Árvore de Natal da Saens Pena encanta tijucanos e visitantes do bairro

A ação é resultado da parceria entre o Shopping Tijuca e a subprefeitura da Grande Tijuca. O chafariz e o entorno da Saens Pena também foram revitalizados

A árvore de Natal é um presente do Shopping Tijuca á população do bairro / Divulgação

Após seis anos de ausência, o Shopping Tijuca recupera uma das grandes tradições de Natal da Grande Tijuca: a Árvore de Natal da Praça Saens Pena. Moradores e visitantes do tradicional bairro da Zona Norte podem ver todos os dias a belíssima árvore no centro lago da Praça.

Com 20 metros de altura, a Árvore de Natal tem mais de seis metros de largura e é iluminada com 700 metros de mangueira luminosa e mais de 5 mil lâmpadas, além de contar com 60 estrelas. A ação é resultado da parceria entre o Shopping Tijuca e a subprefeitura do Rio de Janeiro.

A gerente de marketing do shopping, Natália Correia, destacou que a iniciativa é uma forma do estabelecimento comercial agradecer à população do bairro por todo o acolhimento e carinho destinados às suas atividades comerciais.

 “O nosso objetivo é abrilhantar ainda mais o Natal desse bairro que sempre acolheu o Shopping como sua segunda casa. E uma maneira também de retribuir esse carinho”, disse Natália Correia.

Já o subprefeito da Grande Tijuca, Wagner Coe, destacou que os tijucanos, além da Árvore de Natal, passaram a contar com o chafariz da Saens Pena revitalizado, bem como todo o entorno da praça. Todas as medidas são voltadas para que as pessoas se sintam à vontade nos espaços públicos locais.

“Retornar com a tradicional árvore de Natal à Praça Saens Pena este ano nos dá uma alegria imensa, porque trabalhamos muito para que o chafariz fosse recuperado e religado, e por muitas outras melhorias nas praças da região, sempre preocupados em elevar a autoestima do morador da Grande Tijuca e proporcionar melhora na qualidade de vida de quem vive aqui. Então, trazer a árvore de volta não é só uma questão estética, é trazer de volta o prazer do tijucano de frequentar os espaços públicos”, afirmou Coe.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Tijuca, a eterna zona sul da zona norte. Lagoa sem árvore, mas a Tijuca tem (rs). Temos que valorizar as coisas boas do nosso bairro e a sua história, mesmo com a atual violência. Mas onde não tem violência? Gostaria de ver esse empreendimento crescer ainda mais, quem sabe com atrações para atrair o público e com isso ajudando o comerciante local que tanto sofre. Desejo um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo não só para os tijucanos, mas para todo o povo brasileiro do bem.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui