Com confrontos equilibrados há quase 20 anos, Flamengo e Athletico-PR decidem Libertadores no próximo sábado

Rubro-Negros disputarão final da Libertadores em Guayaquil, no Equador; entre 2003 e 2020, Athletico fez 8 gols a mais que o Flamengo em Brasileiros

Athçetico-PR x Flamengo pelo Brasileirão 2019 - Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

No próximo sábado (29/10), às 17h (de Brasília), será disputada a grande final da Copa Libertadores 2022. Flamengo e Athletico-PR entram em campo em Guayaquil, no Equador, para brigar pelo prêmio de quase R$ 83 milhões e o título de campeão do torneio mais importante das Américas.

Para entender melhor as expectativas em relação à partida, o Instituto Rio21 analisou a série histórica dos jogos disputados entre os dois times no Campeonato Brasileiro, considerando apenas a era dos pontos corridos. Os dados são do site especializado ”Transfermarkt” e foram disponibilizados pela Base dos Dados.

Nas 34 partidas travadas entre as equipes de 2003 a 2020, o Athletico-PR fez 8 gols a mais que o Flamengo, superando o número de gols marcados pelo Rubro-Negro carioca tanto quando era mandante, quanto quando era visitante:

Número de gols realizados por Flamengo e Athletico-PR em partidas disputadas entre os dois times entre 2003 e 2020 – Fonte: Transfermarkt / Elaboração: Instituto Rio21

No entanto, o número de chutes ao gol é maior no caso do Flamengo, embora a diferença seja relativamente pequena:

Número de chutes a gol realizados por Flamengo e Athletico-PR em partidas disputadas entre os dois times entre 2003 e 2020 – Fonte: Transfermarkt / Elaboração: Instituto Rio21

Comparativamente, o Athletico-PR comete muito mais faltas que o Flamengo nas partidas disputadas entre os dois times. De todas as faltas cometidas pelos dois times entre 2003 e 2020 em jogos entre eles, mais de 57% das faltas foram do Athletico-PR (91 no total):

Número de faltas cometidas por Flamengo e Athletico-PR em partidas disputadas entre os dois times entre 2003 e 2020 – Fonte: Transfermarkt / Elaboração: Instituto Rio21

Considerando as informações de partidas anteriores do Brasileirão, é de se esperar que a final da Libertadores seja um jogo bastante disputado. Os dados mostram times bastante agressivos, com números de chutes a gol altos e muito parecidos, além de números de gols elevados.

Para se ter uma ideia, os times já terminaram jogos com placares de 5×3 (2003 e 2015), 5×4 (2008) e até 6×4 (2013), levando em conta os jogos de ida e volta, todos os casos com vitória do Athletico-PR.

A final da Libertadores acontece em esquema de jogo único. Caso haja empate após os 90 minutos de partida, haverá 30 minutos de prorrogação para definir o time vitorioso. Persistindo a igualdade no placar, a taça será disputada nos pênaltis. Quem será o grande campeão no sábado? Haja coração!

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui