Com estoques em baixa, Fiocruz faz campanha para doação de leite materno

Bebês com alimentação inadequada correm riscos de desnutrição e comprometimento do seu desenvolvimento natural

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem meramente ilustrativa / Foto de Wayne Evans no Pexels

Em decorrência da redução dos seus estoques, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) deu início a uma campanha de doação de leite materno, para restabelecer os níveis do Banco de Leite Humano (BLH) do instituto. O alimento é essencial para a alimentação de bebês prematuros e de baixo peso internados nas Unidades de Terapia Intensiva Neonatais (UTIs Neonatais).

De acordo com a Fiocruz, a baixa em seus estoques é esperada no período, entre dezembro e fevereiro, quando muitas mulheres viajam. O abastecimento das UTIs, no entanto, deve ser feito o ano inteiro, mesmo no momento de baixas doações, por conta dos riscos de desnutrição e do comprometimento do desenvolvimento dos bebês internados, que têm no leite a única fonte de alimentação.

“A doação de leite é importante para o bebê que a recebe, pois um é leite de qualidade nutricional elevada que vai ajudá-lo a sair deste período de risco. A doação também é importante para a mãe do prematuro, pois com a certeza que seu filho está recebendo o melhor alimento isso a deixa mais tranquila e facilita o processo de produção de leite para o seu próprio bebê. E a mãe que doa também ganha. pois o ato de retirar o volume excedente evita mastite e quanto mais ela doa, mais ela produz, não faltando para o seu filho”, explicou a coordenadora do BLH, Danielle Aparecida Silva, ressaltando que cada litro de leite pode alimentar até dez crianças recém-nascidas por dia.

No ano passado, 2.235 mulheres lactantes doaram ao BLH 3.097,6 litros de leite humano, com uma média de 185 doadoras ao mês. O leite alimentou 522 bebês pré-maturos, segundo um levantamento da Fiocruz.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

As mulheres interessadas em doar leite devem estar em boas condições de saúde, produzir um volume de leite maior do que o seu bebê precisa, além de não ingerir alimentos não permitidos durante o período de amamentação. A doadora deve entrar em contato com Banco de Leite pelo telefone 0800 026 8877 ou no próprio local de doação, portando os últimos exames do Pré-Natal.

A coleta do leite é realizada no Centro de Referência Nacional para Bancos de Leite Humano, no Instituto Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), na Avenida Rui Barbosa, 716, no Flamengo, Zona Sul do Rio.

As informações são do jornal O Dia.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Com estoques em baixa, Fiocruz faz campanha para doação de leite materno

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui