Com festas de fim de ano se aproximando, supermercados do RJ pode ter aumento de 10% nas vendas

Mesmo tendo nos produtos que compõem a ceia natalina os itens mais procurados, as compras não se limitam aos sazonais, influenciando também o crescimento de todas as categorias

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem de mrsiraphol no Freepik

Com a proximidade das celebrações de fim de ano, duas das datas mais importantes para o setor varejista, o Natal e o Ano Novo, aquecem as vendas e mobilizam o setor para a forte demanda do período. Para a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (ASSERJ), as tradicionais festas de dezembro podem representar um crescimento de aproximadamente 10% nas vendas, em relação ao ano anterior.

Para o presidente da ASSERJ, Fábio Queiróz, os supermercados vêm se preparando para esse momento e apostam nas vendas natalinas, considerando a tendência das famílias em destinar um orçamento maior para a preparação da Ceia de Natal. “O Natal é a comemoração mais esperada pelas famílias brasileiras, sendo uma das datas mais aguardadas pelo varejo. Em 2023, apesar da resiliência da atividade econômica, o segmento supermercadista alimenta uma expectativa positiva, uma vez que as famílias irão priorizar suas comemorações ao redor da mesa natalina”, diz o executivo.

Mesmo tendo nos produtos que compõem a ceia natalina os itens mais procurados, as compras não se limitam aos sazonais, pelo contrário, as vendas de Natal influenciam o crescimento de todas as categorias. De modo geral, a ASSERJ observa um maior destaque nas vendas dos supermercados em bebidas, que representam em média 30% da cesta do cliente, hortifrúti (15%), frutas secas (5%), sobremesas (10%) e as famosas aves natalinas, com sua representatividade nas compras conforme o perfil do supermercado e de seu público-alvo.

Segundo a entidade, os itens sazonais estão se apresentando com um aumento médio de 10% no preço. Na avaliação do presidente da ASSERJ, Fábio Queiróz, isso não será impeditivo para as famílias preparem sua Ceia de Natal com tranquilidade em 2023, uma vez que os demais produtos estão mais baratos, a exemplo do preço da cesta básica, que apresenta queda consecutiva nos últimos meses.

Advertisement

Leia também

Há quarenta fazendo fantasias com materiais recicláveis, ex-empregada doméstica se destaca em concursos e tem fotos espalhadas pelo mundo

Crítica: Sel d’Ipanema – mais que um beach club, um refúgio gastronômico à beira-Mar

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Com festas de fim de ano se aproximando, supermercados do RJ pode ter aumento de 10% nas vendas

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui