Com infestação de cupins, retábulo do século 18 cai em altar de igreja de São Gonçalo

Segundo o padre da Matriz de São Gonçalo do Amarante, a igreja nunca recebeu ajuda externa para custear reformas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução

Uma infestação de cupins ameaça destruir o histórico retábulo do século 18 da Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante, localizada no bairro Zé Garoto, em São Gonçalo. Na última sexta-feira (31/05), parte da obra desabou momentos antes do início da missa, por volta das 18h30. Imagens de câmeras de segurança capturaram o exato momento da queda no altar. Felizmente, ninguém ficou ferido.

O padre André Luis Siqueira, em comunicado à comunidade paroquial, revelou a gravidade da situação. “O retábulo principal pode ser totalmente retirado devido à infestação de cupins”, lamentou. Vale ressaltar que na década de 1970, as laterais do retábulo já haviam sido substituídas por concreto, ferro e azulejos devido a um ataque anterior de cupins. A paróquia, que é a mais antiga do estado fora da capital, nunca recebeu auxílio externo para a manutenção e restauração da igreja e suas obras de arte.

Nesta segunda-feira (03/06), a paróquia, com o auxílio do restaurador Weissmar Robertson, especialista em arte sacra, retirou mais três colunas e imagens religiosas que apresentavam risco iminente de queda. “Esse processo é crucial para a segurança dos fiéis e frequentadores da paróquia”, ressaltou Weissmar.

Advertisement
Vídeo: Divulgação

Problema Recorrente

7ab0c igreja2bmatriz2bde2bs25c32583o2bgon25c32587alo2bdo2bamarante Com infestação de cupins, retábulo do século 18 cai em altar de igreja de São Gonçalo
Uma belíssima pintura da Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante

A infestação de cupins em estruturas internas de igrejas centenárias é um problema recorrente, especialmente nas mais antigas da capital fluminense e de outras partes do estado. Essas igrejas, muitas vezes, abrigam obras de arte sacra de valor inestimável, que são particularmente vulneráveis a danos causados por cupins.

A construção da Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante tem data imprecisa, mas remonta a 1579, quando Gonçalo Gonçalves recebeu a sesmaria entre o rio São Lourenço e a atual Praia das Pedrinhas. Ele ordenou a construção de uma capela em homenagem a São Gonçalo do Amarante, padroeiro de sua cidade natal em Portugal. No século seguinte, a capela foi elevada à categoria de paróquia em 1643, recebendo seu primeiro vigário, Padre Antônio da Rocha, quatro anos depois.

Originalmente em estilo barroco, a igreja passou por várias reformas e hoje exibe um estilo neoclássico. Além das intervenções emergenciais no retábulo, a igreja está passando por reformas estruturais externas para garantir a preservação do edifício histórico.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Com infestação de cupins, retábulo do século 18 cai em altar de igreja de São Gonçalo
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Com infestação de cupins, retábulo do século 18 cai em altar de igreja de São Gonçalo
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui