Com oito anos de atraso, arena esportiva do Parque Olímpico se transforma em escola

O espaço, que já foi palco de competições olímpicas, agora abriga 24 salas de aula, laboratórios e refeitório

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Após quase oito anos de expectativa, a Arena Carioca 3, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, se transformou no Ginásio Educacional Olímpico Isabel Salgado, recebendo cerca de mil alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental I e II a partir desta segunda-feira. Inaugurando oficialmente na quarta-feira, a estrutura de 18 mil metros quadrados marca a maior escola municipal do Rio. O espaço, que já foi palco de competições olímpicas, agora abriga 24 salas de aula, laboratórios e refeitório.

O novo modelo visa proporcionar oportunidades para que os alunos desenvolvam aptidões esportivas em horário integral, combinando atividades esportivas e disciplinas regulares como português e matemática. A localização privilegiada oferece uma infraestrutura única, utilizando o espaço que já foi destinado a competições de taekwondo, esgrima e judô durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. No Rio existem outras 11 unidades com essa proposta

O processo de matrícula para a escola municipal foi conduzido pelo site da Prefeitura, com todas as vagas já preenchidas por estudantes da região, provenientes de bairros como Curicica, Cidade de Deus e Rio das Pedras. A maioria dos alunos, representando 90% do quadro, migrou de outras escolas municipais, enquanto os 10% restantes vêm de instituições particulares.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Com oito anos de atraso, arena esportiva do Parque Olímpico se transforma em escola

Advertisement

Leia também

Conheça seis motivos para investir em uma pós-graduação

Aeroporto Santos Dumont pode ser fechado durante o G20, em novembro

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. O Rio de Janeiro continuar como estado brasileiro será o nosso eterno atraso.
    O Rio de Janeiro tem que se separar do Brasil.
    Não podemos, e não devemos, mais sustentar o Brasil com os nossos lucros do petróleo e gás. Chega de vermos municípios de estados que se beneficiam com os lucros bilionários do nosso petróleo e gás (como SP, MG e Sul do Brasil) mais que os nossos municípios, nosso estado e nossa população fluminense.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui