Começa leilão de NFTs de azulejos referentes a Allah da Escadaria Selarón

O valor inicial de cada NTF é de 500 ETH (981 mil dólares) e busca bancar a restauração da Escadaria Selarón na Lapa

A Liguia (Liga Independente dos Guias de Turismo do Rio de Janeiro) idealizadora do projeto Selarón Pedaço(s) do Mundo, acaba de cunhar (mint) dois azulejos em NFT (token não fungível) com o nome de Allah, autorizados pela Prefeitura do Rio, no último mês de abril, para serem realocados na Escadaria Selarón que liga os bairros da Lapa e de Santa Teresa.

Esta modalidade de leilão iniciado esta semana vai até o dia 5 de junho. O valor inicial de cada NFT – 500 ETH (o equivalente a 981 mil dólares no câmbio de hoje) seria o total necessário para a restauração da Escadaria e, também, para um programa educativo que versa sobre intolerância religiosa e que busca o diálogo com a vizinhança e sociedade civil organizada.

Os azulejos são o “There is no Victory without Allah” (Allah É Vitorioso), que causou controvérsia nas redes sociais após visita do influenciador árabe Thawab à Escadaria Selarón e forçou um pedido oficial de realocação do azulejo feito por parte da Liga Independente dos Guias de Turismo do Rio e pela Sociedade Beneficente Muçulmana do Rio de Janeiro, além do “Mecca to Rio”, que também será realocado na escadaria Selarón.

Após a vitória com a realocação dos 6 azulejos islâmicos, precisamos captar recursos tanto para essa obra, como para a restauração de toda a Escadaria. Além disso, temos como meta a criação se um fundo patrimonial que permitirá que nunca mais se precise de dinheiro do poder público para cuidar da Escadaria Selarón. Por isso estamos lançando o leilão de dois NFTs que representam os azulejos que serão realocados” afirma André Angulo, idealizador e coordenador do projet.

Guia de turismo é convidada a conhecer a Arábia Saudita

Em junho do ano passado, o influenciador digital Thawab, da Arábia Saudita, flagrou um azulejo próximo ao piso com a inscrição “Allah É Vitorioso”, o que seria desrespeitoso com Islã que nomes religiosos estejam perto do chão. A publicação que gerou enorme repercussão nas redes sociais no Oriente Médio teve Aline Viana como a guia de turismo que acompanhou Thawab no passeio à Escadaria Selarón.

Por conta disso, Aline Viana foi convidada a conhecer a Arábia Saudita, uma viagem de duas semanas que foi iniciada no último domingo. Aline conta que acabou se tornando amiga do influenciador e que Thawab ficou feliz com a autorização da realocação dos azulejos. “Sempre que eu ia às reuniões na Prefeitura do Rio (tratar sobre a realocação) ou tinha novidades, eu contava para ele. Então nós estávamos igualmente ansiosos por esse resultado e para poder divulgar isso para todo mundo“. conta a guia turística.

O convite para a visita de Aline Viana à Arábia Saudita aconteceu em julho de 2021, bem no início do pleito de realocação do azulejo em questão, e que isso foi uma forma de agradecimento pela sua iniciativa em ajudar a comunidade islâmica. Nesta visita, Aline irá conhecer a capital Riyadh, além das cidades de Al-Ula e Jeddah. O retorno está marcado para o dia 5 de junho, dia do término do leilão dos NFTS dos azulejos islâmicos.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui