Comlurb já removeu 267,2 toneladas de resíduos em cinco dias de Rock in Rio

Apenas nesta quinta-feira, a Comlurb recolheu 53 toneladas de resíduos

Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (09/09), quinta noite de shows, a Comlurb recolheu 53 toneladas de resíduos, sendo 37 toneladas de materiais potencialmente recicláveis e 16 toneladas de resíduos orgânicos. Desde o primeiro dia do evento, já foram removidas 267,2 toneladas de resíduos, sendo 155,2 toneladas de recicláveis e 112 de materiais orgânicos. Durante o evento-teste realizado no dia 30/08, foram removidas outras 4,4 toneladas de resíduos.

A Companhia está atuando diariamente com cerca de 1.000 garis na gestão de resíduos do evento, na parte interna, durante 24 horas, englobando: áreas de circulação do público, gramados, praças de alimentação, área VIP, backstage, arenas e velódromo, e 181 garis na parte externa, inclusive nas vias de acesso à Cidade do Rock. O evento foi palco também da apresentação e início de operação de duas novas varredeiras compactas mecanizadas, que fazem parte do pacote de cerca de 300 veículos e equipamentos adquiridos pela Companhia e anunciados pelo prefeito Eduardo Paes em março.

A Comlurb é responsável ainda pela destinação correta do lixo gerado no evento, com os resíduos potencialmente recicláveis sendo direcionados às cooperativas de catadores contratadas pelos organizadores do festival. Os resíduos orgânicos estão sendo entregues pelo Rock in Rio para um projeto de compostagem com uma empresa privada. Para facilitar o descarte correto de resíduos, cerca de 2000 contêineres foram distribuídos, tanto na parte interna quanto na parte externa da Cidade do Rock.

Equipes do Lixo Zero, com apoio da Guarda Municipal, realizam rondas em toda a parte externa da Cidade do Rock, incluindo a Avenida Abelardo Bueno e vias de acesso, próximo a estações do BRT e pontos de ônibus, para flagrar inconformidades com a Lei de Limpeza Urbana.

Nesta sexta-feira, foram aplicadas duas multas por descarte indevido de pequenos resíduos. Em cinco  dias de shows, foram aplicadas 27 multas, sendo 10 para pessoas urinando em via pública, 15 por descarte indevido de pequenos resíduos, e duas por propaganda irregular.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Pergunto: a Comlurb, empresa pública, recebeu para recolher o lixo de um evento privado? Ela é paga por isso? Lembre-se que o cidadão paga a TCL junto do IPTU por isso. E o evento? QUANTO PAGOU?

    • Neolight

      Eu ia perguntar exatamente isso…

      Um absurdo que em evento privado seja a Comlurb utilizada.

      Primeiro, porque empresa pública.

      Segundo, porque o organizador contratando seriam mais empregos.

      Infelizmente esses nossos políticos e governantes são uns incompetentes.

      Cadê os vereadores para fiscalizar a atuação da Prefeitura???
      Cadê o Tribunal de Contas??
      Cadê a Imprensa?

      Crítica semelhante tenho com relação à Polícia empregada nesses eventos de shows como esportivos sob organização de entidades privadas.

      Contudo, nesse caso a Polícia pode ser empregada num quantitativo necessário mediante cobrança de taxa porque na intervenção em casos de violência a segurança privada careceria de amplo poder porque não tem poder de polícia.
      Assim ocorre na principal liga do mundo (inglesa) e outros europeus.

      Mais uma vez repito. Infelizmente nossos políticos e governantes são uns incompetentes.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui