Comlurb recolhe 1.236,5 toneladas de lixo durante o Carnaval 2023

No Sambódromo foram recolhidas 480,2 toneladas de resíduos: 432,8 de resíduos orgânicos e 47,4 de materiais potencialmente recicláveis

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Divulgação

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) encerrou as suas atividades relacionadas ao Carnaval 2023, com o saldo de 1.236,5 toneladas de resíduos removidos, quase o dobro do recolhido, em 2020: 709 toneladas.

Somente no Sambódromo, dos dois dias que antecederam a abertura do evento até o Desfile das Campeãs, no sábado (25), foram recolhidas 480,2 toneladas de resíduos: 432,8 toneladas de resíduos orgânicos e 47,4 toneladas de materiais potencialmente recicláveis.

O evento, que contou com mais de cinco milhões de pessoas nas ruas, foi um dos mais movimentados dos últimos anos, o que demandou um esforço enorme porte parte da Comlurb, para a retirada e destinação correta dos detritos. O presidente da companhia, Flávio Lopes, parabenizou o trabalho desenvolvido pelas garis:

“Seguimos à risca o planejamento feito, trabalhamos muito, e entregamos um resultado elogiado por diversos segmentos da sociedade. Mais do que limpar com eficiência e agilidade nosso objetivo era encantar. E pela repercussão extremamente positiva que tivemos do trabalho dos nossos garis, conseguimos”, afirmou Flávio Lopes.  

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Durantes os desfiles na Nova Intendente, realizados na Avenida Ernani Cardoso, a Comlurb recolheu 79,5 toneladas de resíduos, desde o início da festa, que durou 7 dias. Vale lembrar que os festejos da Nova Intendente contaram com a participação diária do grupo Chegando de Surpresa, formado por garis com a missão de, através da música e da dança, conscientizar a população sobre o descarte adequado de lixo.

A Avenida Ernani Cardoso contou com o trabalho de 131 garis diariamente, atuando com o apoio de seis caminhões compactadores, uma varredeira de grande porte e duas mini-varredeiras. Foram instalados na região 200 contêineres de 240 litros.

O Saldo do Carnaval de Rua foi de 676,8 toneladas de resíduos recolhidos, entre o início do pré-carnaval, em 04/02 e fim do evento. Deste total: 607,5 toneladas de lixo foram produzidas nas passagens dos blocos; 59,8 toneladas, em bailes populares em diversos bairros da cidade; e 9,5 toneladas nos desfiles de Blocos de Enredo.

Para a limpeza do lixo produzido durante as passagens dos blocos, a Comlurb empregou a força de trabalho de 2.450 garis por dia. Foram distribuídos mais 1.000 contêineres, de 240 litros; e 700 caixas metálicas, de 1.200 litros, nas concentrações dos agremiações espalhadas pela cidade. Foram usados 57 caminhões compactadores, 16 basculantes, oito varredeiras de grande porte, 18 pipas d’água e 19 vans lava jato para lavagem das vias com água de reuso. A Comlurb também empregou 90 sopradores, 40 pulverizadores costais com eucalipto e 18 varredeiras de médio porte.

As equipes do Lixo Zero também tiveram uma forte atuação, durante o início do pré-carnaval até o dia 26/02, com a emissão 1.130 multas: 314 por descarte de pequenos resíduos, como: latas de bebidas, copos e garrafas descartáveis, guimbas de cigarro e embalagens de lanches – com multa de R$ 273,09. A companhia também aplicou multas em 816 pessoas que foram pegas urinando em vias públicas. O prejuízo de cada pessoa será de R$ 748,21. Outras 12 pessoas foram enquadradas em artigos variados da Lei de Limpeza Urbana.

De acordo com a chefia da Comlurb foram mobilizados 3.657 garis por dia. Para a limpeza interna do Sambódromo foram destacados mais de 889 garis diariamente, com o apoio de 21 veículos, sendo 14 caminhões compactadores, quatro basculantes, dois mini basculantes e uma pipa d’água para lavagem da pista com água de reuso. Também foram usados 20 sopradores, 12 mini varredeiras e duas caixas compactadoras. Coube à companhia o recolhimento dos materiais potencialmente recicláveis. As latinhas foram coletadas por uma cooperativa. Vinte e dois garis ficaram encarregados do serviço de coleta seletiva. Outros 20 ficaram responsáveis pela limpeza dos sete postos de saúde da Marquês de Sapucaí, onde foram instalados 800 contêineres, de 240 litros, para o descarte correto dos resíduos.

Para a área externa do Sambódromo, incluindo o Terreirão do Samba, foram destacados 145 garis diariamente, com apoio de dois caminhões compactadores. Foram instalados 100 contêineres de 240 litros.

Divulgação

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Comlurb recolhe 1.236,5 toneladas de lixo durante o Carnaval 2023

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui