Comlurb recolhe 892 toneladas de lixo no Réveillon do Rio

Somente em Copacabana, palco principal dos fogos da cidade, foram removidos 444,5 toneladas de resíduos

Foto: Prefeitrua do Rio/Marcelo Piu

O Réveillon no Rio de Janeiro foi comemorado e já passou, mas inúmeras toneladas de lixos ficaram pelas ruas. Segundo a Comlurb, companhia de limpeza, mais de 892 toneladas de lixo foram recolhidas na cidade e os dados da empresa ainda mostram que só em Copacabana, na Zona Sul, palco principal da festa, foram 444,5 toneladas – quase a metade do total coletado nas ruas.

As quantidades incluem os resíduos coletados na pré-limpeza do dia 31/12 de preparação das festas, que foi o total de 27,9 toneladas, sendo 17,2 apenas em Copacabana. Os números são superiores aos de 2020, última grande festa de réveillon antes da decretação da pandemia, quando foram coletadas 762 toneladas de resíduos, sendo 351 toneladas só em Copacabana.

Depois de Copacabana, o local que acumulou mais resíduos foi na Barra da Tijuca, 137,2 toneladas. Ipanema, Leblon e São Conrado contabilizaram 75,3 toneladas de lixo. No Aterro do Flamengo foram 56,3 toneladas. Em seguida em quantidade vêm Recreio, com 52,9 toneladas, Ilha do Governador, 38,9 toneladas, Botafogo / Urca 23,2 toneladas e Paquetá com 20,5 toneladas.

A Comlub atuou com mais de 4, 4 mil garis distribuídos em todos os pontos de festejo, com o apoio de 171 caminhões, entre compactadores e basculantes, 20 pipas d ?água para lavagem das vias com água de reuso, e mais 67 equipamentos, como pás mecânicas, mini pás, varredeiras de médio porte e tratores de praia com implementos traseiros para peneiramento da areia.

A eficiência dos trabalhos dos garis garantiu as vias e as calçadas limpas até às 10h do primeiro dia de 2023, com tudo lavado e desodorizado para a liberação das pistas.

Foto: Prefeitura do Rio/Marcelo Piu
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Esta notícia é o tipo de notícia horrorosa que precisamos parar de “louvar”. A Comlurb só está fazendo o seu trabalho, nada temos a bater palmas pra isso. É obrigação dela e ela custa caríssimo sendo empresa pública.

    O lado pior da notícia é termos essa quantidade de lixo por aí. A população é culpada da imundície e não se enxerga imersa nela. Mas está.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui