Conferência de Jornalismo Comunitário debate a produção de jornalismo nas favelas do Rio, Bahia e Espírito Santo

O objetivo da conferência é debater sobre a importância e os novos rumos do jornalismo comunitário nesses territórios

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Reprodução: Internet

Em meio a onda de ataques à liberdade de imprensa e à democracia, o Rio de Janeiro sediará a primeira edição da Conferência de Jornalismo Comunitário que acontecerá nesta quarta e quinta-feira, no dia 30/11 e 1/12, para cerca de 20 jornalistas oriundos de favelas do Rio, Bahia e Espírito Santo.

O evento será realizado pelo Fala Roça e o Consulado Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro com apoio institucional da Agência de Redes para Juventude. “Queremos mostrar a importância de fortalecer o jornalismo comunitário em diversos territórios e acreditamos que a conferência vai construir redes e permitir trocas de conhecimentos entre os grupos”, explica Michel Silva, um dos coordenadores institucionais do Fala Roça.

Os convidados irão discutir sobre os novos rumos do jornalismo comunitário, participar de atividades, assistir painéis sobre sustentabilidade na mídia, geração de dados e sobre a representatividade no território. As escolhas dos temas são resultados de diálogos realizados com o Consulado Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro nos últimos 10 anos.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Conferência de Jornalismo Comunitário debate a produção de jornalismo nas favelas do Rio, Bahia e Espírito Santo

Advertisement

Leia também

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Polícia Militar planeja ampliar sistema de reconhecimento facial para 650 câmeras no RJ

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Conferência de Jornalismo Comunitário debate a produção de jornalismo nas favelas do Rio, Bahia e Espírito Santo
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui