Confusão entre deputados Rodrigo Amorim e Allan Lopes e agentes da Seop termina na delegacia

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Uma confusão na manhã desta quinta-feira (24), envolvendo os deputados Rodrigo Amorim (PTB) e Allan Lopes (PL), seus seguranças e agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) terminou na delegacia. Os parlamentares não teriam gostado da atuação dos oito agentes da Seop que faziam uma operação de ordenamento no entorno do Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio.

Os deputados passaram a questionar a legalidade da ação. Ao portal G1, um agente que estava na confusão que Amorim arrancou a sua identificação.

A Seop fazia uma fiscalização de rotina contra veículos que ficam parados perto do aeroporto. Os deputados teriam ido ao local para “fiscalizar a atuação da Prefeitura do Rio” e chegaram a chamar o secretário de Ordem Pública de “miliciano”.

Houve bate-boca e a Polícia Militar foi acionada. Todos os envolvidos foram encaminhamos para a 5ª DP (Mém de Sá). Na delegacia, Amorim disse que estava a caminho de São Paulo. Os agentes da Seop negam e dizem que ele foi ao local para dificultar o trabalho.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Confusão entre deputados Rodrigo Amorim e Allan Lopes e agentes da Seop termina na delegacia
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. O que esses deputados estavam fazendo atuando na “fiscalização” de serviços do SEOP (da Prefeitura)???
    Como deputados, estadual ou federal, os parlamentares deveriam buscar fiscalizar atos dos poderes executivo a que estão vinculados – e no caso de Prefeitura, caberia ao vereador.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui