Conheça os dois bares tradicionais da Zona Norte que receberam a placa de Patrimônio Cultural Carioca

No total, são 22 circuitos com mais de 270 placas espalhadas pela cidade

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

A Adega D’Ouro, em Vicente de Carvalho, e o Bar Varnhagen, na Tijuca, agora integram o seleto grupo do Circuito de Patrimônio Cultural Carioca, uma distinção concedida pelo Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH). Estes dois botequins tradicionais da Zona Norte carioca se unem a outros 32 estabelecimentos tradicionais da cidade. A placa que celebra o título foi entregue pelo prefeito Eduardo Paes neste último sábado (03/02).

O icônico botequim Adega D’Ouro, localizado nas proximidades da estação de metrô Vicente de Carvalho, é um tesouro do subúrbio carioca. Fundado há 55 anos por Seu Monteiro, a família preserva a culinária lusitana, especialmente o clássico bacalhau, servido em diversas preparações e atraindo amantes da gastronomia de toda a cidade.

Na Tijuca, o Bar Varnhagen, também conhecido como Bar dos Passarinhos, mantém o sabor autêntico das receitas da saudosa Dona Maria Natalina (1935-2013), agora preparadas por sua filha Cidália. Além de sua importância gastronômica, a casa foi berço do Movimento Artístico Cultural nas décadas de 1960 e 1970, reunindo nomes como Ivan Lins, Gonzaguinha, Aldir Blanc e muitos outros.

A presidente do IRPH, Laura Di Blasi, destaca o papel do instituto em proteger, conservar e valorizar o patrimônio cultural da cidade, sendo os botequins, representados pela Adega D’Ouro e Bar Varnhagen, elementos fundamentais no Circuito dos Botequins. A iniciativa visa divulgar e informar sobre esses estabelecimentos típicos, enraizados na boemia e cultura carioca.

Advertisement

Leia também

Dengue: Ministério da Saúde envia 1º lote de vacinas enquanto RJ intensifica medidas de combate

Fortemente afetadas pelas chuvas desta quarta-feira, Japeri e Nova Iguaçu não apresentaram plano de redução e adaptação à crise climática

A Prefeitura, por meio do IRPH, destaca locais notáveis em diferentes temas, como Botequins, Diversidade Religiosa, Rádio e Bossa Nova, instalando placas informativas que contam a história e relevância de cada patrimônio. No total, são 22 circuitos com mais de 270 placas espalhadas pela cidade.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Conheça os dois bares tradicionais da Zona Norte que receberam a placa de Patrimônio Cultural Carioca

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui