Construção “clandestina” em cima de sobrado histórico no Centro do Rio assusta moradores

A obra no número 299 da Sacadura Cabral não tem placa de licença nem responsável técnico, ocorre aos finais de semana e madrugadas e a prefeitura, já Notificada, não faz coisa alguma. O medo de uma tragédia assusta moradores da vila anexa

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Na Rua Sacadura Cabral, em frente ao Moinho Fluminense, há ainda uma sequência de sobrados históricos íntegros, que começa no número 297 e termina no número 305. Ali, um pequeno oásis do Rio Antigo, um ocupante, do número 299, constrói o que parece ser um verdadeiro edifício por cima da parte dos fundos de seu prédio, aparentemente sem lenço e sem documento; a obra sequer possui placa de licença ou engenheiro responsável e ocorre de forma aparentemente clandestina.

Todos os imóveis deste trecho são preservados ou tombados pelo Instituto Rio Patrimônio da Humanidade, mas não é o primeiro a receber intervenções sem licença. Todavia, com a grande vila residencial que existe atrás, além de todos os prédios ali serem geminados, o risco preocupa especialistas, sem contar a falta de acabamento externo das paredes construídas em tijolos vazados.

De forma a que quem está na rua não veja, e trabalhando sempre às noites e ao final de semana, o dono da obra trabalha para destruir a história do Brasil, e com afinco. E pior, sem nenhum tipo de informação de amparo técnico, sem placa de obra que demonstre acompanhamento profissional. Moradores do entorno – há uma tradicional vila de casas atrás – a Vila Nossa Senhora de Lourdes – se preocupam com até onde vai a aparente loucura que poderia terminar em tragédia. São diversas queixas e reclamações feitas à Prefeitura através do 1746, sempre sem nenhuma resposta, e os vizinhos e moradores daquele entorno, um verdadeiro recanto seguro no meio da loucura do Centro temem o desabamento da obra que, sem placa e demonstração de estar acompanhada por profissional, aparenta ser completamente ilegal.

A obra ocorre de forma tão amadora que chegou a invadir o prédio vizinho, o 301, e chegou a atravessar a parede deste prédio com ferros que saíram dentro de um quarto. O vizinho informa que os operários já consertaram a invasão involuntária.

Advertisement

Leia também

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

Vídeo: Raio atinge Cristo Redentor durante registro de visitante

27635314-0 é o número de uma das várias reclamações ignoradas pela prefeitura.

Atualização: 14:25h – A sub-prefeitura do Centro informou que a obra no prédio histórico (foto abaixo), apesar de não ter placa de obra nem nenhum tipo de licença à mostra como manda a lei, tem licenciamento e anotação de Responsabilidade Técnica.

447623D4 2631 4893 84B3 67D075AEA5D2 Construção "clandestina" em cima de sobrado histórico no Centro do Rio assusta moradores
A obra corre às noites e madrugadas e já ultrapassa a linha da cumeeira original do imóvel, em meio a diversos prédios históricos
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Construção "clandestina" em cima de sobrado histórico no Centro do Rio assusta moradores

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui