Construções irregulares são demolidas em Guaratiba

Edificações margeiam o afluente do Rio Cabuçu, causando a obstrução e redução da calha do rio

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Demolição de construção irregular em Guaratiba - Foto: Divulgação/Seop

A Prefeitura do Rio de Janeiro iniciou, nesta quarta-feira (05/06), a demolição de uma casa em fase de alvenaria, duas construções irregulares em fase de fundação e seis muros de alvenaria que delimitavam lotes localizados em loteamentos clandestinos situadas na Estrada Cabuçu de Baixo, em Guaratiba, Zona Oeste da cidade. A operação foi comandada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop).

As edificações, que estavam sendo erguidas de forma irregular e sem embasamento técnico, margeiam o afluente do Rio Cabuçu, causando a obstrução e redução da calha do rio.

Os responsáveis pela obras também construíram, sem autorização, áreas para pedestres e veículos que serão retiradas pela Prefeitura, pois podem causar risco de erosão, desabamentos e enchentes, além de acarretar danos e prejuízos aos seus ocupantes e demais moradores da região. Paralelamente, as construções também prejudicam o acesso e a limpeza da margem e calha do curso d’água.

Advertisement

”Essa é mais uma operação de demolição de construção irregular que estamos atuando para preservar vidas, o meio ambiente e manter a ordem do local. Essas construções, erguidas ilegalmente, estavam próximas ao rio, podendo causar um grave acidente com a elevação do nível da água em dias de chuva. Já fizemos cerca de 3.500 demolições de construções irregulares desde 2021 e não iremos tolerar esse ou qualquer outro tipo de ilegalidade”, destacou o secretário Brenno Carnevale.

Além da Seop, também participam da operação a Guarda Municipal, Polícia Militar, Fundação Rio-Águas, Rioluz e Comlurb.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Construções irregulares são demolidas em Guaratiba
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui