Coreógrafa do Rio comandou a cerimônia de abertura do Pan-Americano Santiago 2023

A especialista em Composição Coreográfica, formada pela UFRJ, conduziu a cerimônia, contando com um elenco de mais de 600 pessoas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

O Pan-Americano Santiago 2023 começou na última sexta-feira (20/10), e uma brasileira, a especialista em Composição Coreográfica, Tamara Catharino, foi a responsável pela cerimônia de abertura dos jogos. Este estilo performático consistiu em criar imagens e efeitos através dos movimentos de grupos em larga escala. E a performer já havia trabalhado nas cerimônias das Olimpíadas Rio 2016, Pan-Americano Lima 2019, Copa do Mundo Qatar 2022 e a Copa Africana de Nações 2022, em Camarões.

O Pan 2023 acontece na capital do Chile, de 20 de outubro a 5 de novembro, e promete ser o maior de todos os tempos. A expectativa é de mais de cem medalhistas olímpicos competindo nos jogos. Isso ocorreu porque o evento não ocorreu durante nenhum Campeonato Mundial, proporcionando, assim, o maior número de vagas olímpicas da história.

Nas preparações finais para a abertura, coreógrafa manteve o segredo sobre o espetáculo: “O que posso falar é que terão muitos elementos artísticos e surpresas para poder tornar esse momento único. Vocês podem esperar um grande show” disse a artista.

Ela iniciou seus trabalhos em coreografias de larga escala durante as Olimpíadas do Rio, no ano de 2016, e em uma jornada de 6 meses, com raras folgas, a artista viveu de perto os ensaios e se apaixonou por esse tipo de trabalho artístico. E no Pan-Americano, em Lima, trabalhou como assistente de coreografia massiva: “Foi enriquecedor poder trabalhar com profissionais que tinham a voz sobre a própria cultura e que me ensinaram muito sobre os costumes locais” relembrou.

Advertisement

A cada projeto novo, ela buscou entender a singularidade de cada povo e cultura. Na Arábia Saudita e nos Emirados Árabes, a coreógrafa refletiu sobre o papel da mulher na sociedade. Ela contou que, procurando respeitar os costumes e a religião predominante na Arábia Saudita, conseguiu proporcionar uma das primeiras apresentações, dirigida por uma mulher, com um grupo apenas do gênero feminino. Esse marco aconteceu durante o Riyadh Opening Season 2021.

Com toda essa bagagem profissional, o público, no Chile e na transmissão ao vivo, pôde conferir um espetáculo a altura.

Sobre Tamara Catharino:

Tamara Catharino, é apaixonada por dança desde os 5 anos de idade, dançarina, coreógrafa, performer e diretora especialista em Composição Coreográfica. Formada em Dança pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pós-graduada em Artes Performativas pela PACAP2, em Lisboa e mestranda em Artes Visuais na UFRJ, a artista já trabalhou em projetos diversos antes de se especializar em eventos esportivos, a partir de 2016.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Coreógrafa do Rio comandou a cerimônia de abertura do Pan-Americano Santiago 2023
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui