Corpo de Isabel Salgado será velado e cremado nesta quinta no Caju, Zona Portuária do Rio

Ícone do vôlei brasileiro, Isabel morreu na última quarta (16/11), em São Paulo, de complicações respiratórias

Isabel Salgado, ícone do vôlei brasileiro - Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo

O corpo da ex-jogadora e ex-treinadora de voleibol Isabel Salgado, falecida na última quarta-feira (16/11) em São Paulo, aos 62 anos, será velado e cremado nesta quinta (17/11) no Crematório e Cemitério da Penitência, no Caju, Zona Portuária do Rio de Janeiro.

O velório de Isabel terá início às 11h na capela histórica do cemitério, enquanto que, às 14h, será realizada a cerimônia de despedida, reservada aos familiares e amigos da ex-atleta. Posteriormente, o corpo será cremado.

Carioca, Maria Isabel Barroso Salgado Alencar foi criada na Zona Sul da capital fluminense e formou-se como jogadora de vôlei nas categorias de base do Flamengo. Como profissional, disputou as Olimpíadas de 1980 (Moscou) e de 1984 (Los Angeles).

Ao fim da carreira nas quadras, migrou para o vôlei de praia, sendo uma das pioneiras da modalidade em todo o mundo. Ao longo da carreira nas areias, formou duplas, entre outras companheiras, com Jaqueline Silva e Shelda Bedê.

Isabel estava internada no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, e morreu de complicações da Síndrome Aguda Respiratória do Adulto (SARA).

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui