‘Corredor ecológico’ na Zona Oeste do Rio une parques e abriga diversidade de mamíferos silvestres

O Canal das Taxas, situado entre duas unidades de conservação, emerge como corredor ecológico para o deslocamento de mamíferos entre áreas protegidas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Diversas espécies silvestres nativas de mamíferos foram recentemente identificadas nos Parques Naturais Municipais Chico Mendes e de Marapendi, bem como no Canal das Taxas, na Zona Oeste do Rio. Um artigo publicado na revista Biota Neotropica por pesquisadores da Universidade Veiga de Almeida e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) detalha essas descobertas, apontando que o Canal das Taxas serve como um corredor ecológico para esses animais.

img 4078 1 ‘Corredor ecológico’ na Zona Oeste do Rio une parques e abriga diversidade de mamíferos silvestres
Parque Chico Mendes, no Recreio dos Bandeirantes – Foto: Reprodução

As observações foram capturadas por armadilhas fotográficas instaladas em 2020 e 2021. Entre as espécies registradas estão tatus-galinha, capivaras, gambás, mãos-peladas e, notavelmente, a paca, sendo a primeira vez que essa espécie é documentada no Parque Natural Municipal Chico Mendes.

“A análise dos dados das armadilhas fotográficas revela que espécies nativas de mamíferos silvestres fazem uso do corredor e estão presentes em ambos os parques. Além disso, ao examinarmos o padrão de manchas na pelagem das pacas fotografadas, identificamos o mesmo indivíduo no corredor e nos dois parques, reforçando a função do Canal das Taxas como corredor ecológico”, destaca Natalie Olifiers, pesquisadora da Universidade Veiga de Almeida e coautora do estudo, ao portal “FaunaNews”

Os corredores ecológicos desempenham um papel crucial na mitigação dos impactos da fragmentação de ecossistemas, permitindo o deslocamento de animais entre diferentes áreas naturais. Essa mobilidade frequente aumenta as chances de persistência das populações e reduz o risco de extinção. Contudo, o estudo também destaca a presença de espécies exóticas, como gatos, saguis-de-tufo-branco e ratos-pretos, indicando a necessidade de um manejo apropriado dessas espécies tanto no corredor quanto nos parques.

Advertisement

Leia também

Proposta do BNDES para o Centro do Rio inclui calçadões e parque no Canal do Mangue

Há quarenta anos fazendo fantasias com materiais recicláveis, ex-empregada doméstica se destaca em concursos e tem fotos espalhadas pelo mundo

O trabalho destaca a importância de levantamentos rigorosos de espécies em unidades de conservação, enfatizando que os planos de manejo devem ser baseados em levantamentos primários para garantir uma lista de espécies precisa e atualizada. Essa abordagem é essencial para uma gestão eficaz e a preservação adequada da diversidade biológica em ambientes urbanizados.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp ‘Corredor ecológico’ na Zona Oeste do Rio une parques e abriga diversidade de mamíferos silvestres

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. O taxa das taxas é um corredor ecológico importante, mais vale frisar, que o despejo de esgoto produz um mal cheiro e deveria ser tratado pelo responsável pelo parque.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui