Cresce a demanda por estadias flexíveis para as festas de final de ano no Rio

Entre os dias 29 e 31/12, o segmento deve atingir a 95% de ocupação, sendo que, para o Réveillon, a estimativa é de 100% de ocupação

Réveillon na Praia de Copacabana / Reprodução

A alta temporada turística da cidade do Rio de Janeiro, que tem no Réveillon uma das festas mais aguardadas, está provocando um aumento da demanda por locações de imóveis com assinaturas flexíveis. Com a retomada da tradicional queima de fogos e a realização de shows gratuitos em diversas áreas da cidade, o Ministério do Turismo estima que o Rio deve receber 2 milhões de pessoas para as festas de final de ano.

De acordo com um levantamento realizado pela Rio Convention & Visitors Bureau, o trânsito de turistas na capital fluminense deve movimentar a soma de aproximadamente R$ 2 bilhões, distribuídos entre comércio local, rede de hospedagem e gastronomia.

O retorno das atividades turísticas no período pós-pandêmico tem repercutido no mercado de estadias flexíveis. Entre os dias 29 e 31/12, o segmento deve atingir a 95% de ocupação, sendo que, para o Réveillon, a estimativa é de 100% de ocupação.

A proptech Tabas, especialista no aluguel de moradias flexíveis que oferece apartamentos totalmente mobiliados no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, já atingiu a marca de 81% de ocupação na primeira semana de dezembro.

Segundo o CEO da Tabas, Leonardo Morgatto, as festas de final de ano geraram um acréscimo significativo na procura dos imóveis oferecidos pela empresa. Morgatto ressalta que a expectativa é de uma movimentação expressiva nas atividades econômicas da cidade, que foram intensamente afetadas durante a pandemia.

“Nesse período de final de ano, há um aumento significativo na busca por estadias na cidade do Rio por conta dos eventos e das festas que ocorrem. Nos dois últimos réveillons, por conta das restrições sanitárias, houve uma desaceleração na procura, que têm se mostrado maior agora. Esse é um indicador bem positivo, pois fomenta o mercado em toda a cidade, trazendo turistas, movimentando bares, restaurantes, pontos turísticos e centros comerciais,” disse o executivo.

Um levantamento realizado pelo HóteisRio, verificou que a Zona Sul da cidade domina as intenções de procura dos visitantes. Os bairros de Copacabana, Leme, Ipanema e Leblon devem chegar a 100% de ocupação até a virada do ano.

Serão muitas as atrações programadas para a festa da virada. Além da tradicional queima de fogos, diversos shows serão oferecidos em vários pontos da cidade. Turistas, cariocas e fluminenses contarão com dez palcos distribuídos por vários bairros da cidade, sendo dois deles em Copacabana. Os demais serão montados no Flamengo, no Parque Madureira, no Piscinão de Ramos, na Ilha do Governador, na Penha, em Paquetá, em Sepetiba e Guaratiba.

As informações são da rádio Tupi.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui