Foto: Tânia Rego | Agência Brasil

Uma das Sete Maravilhas do Mundo, o Cristo Redentor completa, nesta terça-feira (12/10), 90 anos de braços abertos sobre o Rio de Janeiro. O cartão postal carioca proporciona uma das vistas mais famosas do Brasil.

O santuário, localizado no Parque Nacional da Tijuca, tem 38 metros de altura, como um prédio de 13 andares, o que permite que a estátua seja vista até em alguns pontos da Região Metropolitana.

Claro que uma data tão importante não poderia passar sem comemorações. A partir das 7h desta terça-feira, uma missa será celebrada no local.

Também ocorrerá o lançamento da medalha comemorativa do aniversário do Cristo. Serão 2.590 medalhas: 90 de ouro, 200 de prata, 300 de bronze e 2 mil em cuprooniquel; o lançamento de selos postais comemorativos com quatro obras do artista Osakar Metsavaht; a apresentação da Esquadrilha da Fumaça; e os paraquedistas do Exército farão saltos nas imediações do Cristo.

Cristo Redentor, na Zona Sul do Rio de Janeiro – Foto: Cleomir Tavares/Diário do Rio

Entre os dias 12 e 16 de outubro, será realizada na Catedral Metropolitana uma festa sustentável com várias atividades, como serviços de saúde preventiva, de higiene pessoal e de beleza, cursos e shows com diversas atrações.

Além disso, no dia 16 de outubro, a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, o Santuário Cristo Redentor e o Consulado Geral da Itália no Rio de Janeiro irão promover o “Dia da Itália” como parte das celebrações.

Na data, a iluminação do monumento será acionada diretamente da Itália. O evento irá resgatar a participação italiana na inauguração do Cristo Redentor, ocorrida na noite de 12 de outubro de 1931. Na ocasião, um impulso elétrico foi disparado em Roma pelo cientista italiano Guglielmo Marconi para acionar a iluminação da estátua.

No “Dia da Itália”, será a filha do cientista Guglielmo Marconi, a princesa Elettra Marconi Giovanelli, de 91 anos, quem vai acionar a iluminação do monumento diretamente da Itália.

Nesta reedição do feito de Marconi, o Cristo Redentor será iluminado com as cores da bandeira italiana. Ao mesmo tempo, a Villa Griffone, residência da família Marconi na Itália, será iluminada com as cores da bandeira do Brasil. O local foi palco das primeiras experiências do cientista e considerado monumento nacional, hoje sede da Fundação Marconi e do Museu dedicado a ele.

História do Cristo Redentor

Foto: Reprodução

A famosa estátua que completa 90 anos nesta terça foi inaugurada em outubro de 1931. No entanto, o que pouca gente sabe, é que o projeto é bem anterior a esse período. A ideia, que ficou pronta no início da Era Vargas (com a presença do próprio Getúlio na inauguração) passou pelo Império e pela República. Confira aqui a história da estátua do Cristo Redentor.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui