Crítica: Sabor com propósito – ASA Açaí une sabor, consciência ecológica e preço acessível

Em meio ao crescente mercado do açaí, provei recentemente essa superfruta da marca ASA Açaí. Em cada colherada, entendi o significado profundo que ele tem para a região e como o fruto pode encantar paladares em qualquer parte do mundo.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

No universo musical brasileiro, “Açaí, Guardiã”, de Djavan, é um clássico que evoca a riqueza e a profundidade da Amazônia. Lançada em 1982 no álbum “Luz”, a canção destaca-se não apenas pela melodia envolvente, mas também pela letra que celebra a natureza e a cultura da região. Com versos como “Açaí guardiã, zum de besouro um ímã, branca é a tez da manhã”, Djavan exalta o açaí como um símbolo vital da vida amazônica.

Assim como Djavan enaltece o açaí como a guardiã da subsistência e cultura do Norte, a marca ASA Açaí, do Grupo Trigo, tem se destacado por seu compromisso com a qualidade e autenticidade.

Em meio ao crescente mercado dessa joia da Amazônia, provei recentemente essa superfruta da marca ASA Açaí. Em cada colherada, entendi o significado profundo que o açaí tem para a região e como ele pode encantar paladares em qualquer parte do mundo.

Advertisement

A experiência de degustar o açaí da ASA é tão envolvente quanto a melodia de Djavan. A textura cremosa e consistente, sem cristais de gelo, demonstra o cuidado no processo de produção. O sabor é uma combinação harmoniosa entre o doce natural e o leve amargor da fruta, proporcionando uma sensação autêntica e pura, livre de aditivos artificiais. A versão que experimentei foi ASA pop, adoçado com melado de cana, banana e açúcar demerara orgânica. Disponíveis, no Ifood, em 3 tamanhos (250 ml – R$ 18,90, 350 ml – R$ 24,90, 500 ml – R$ 33,90).

Assim como a “tez branca da manhã” descrita na canção, o ASA Açaí se adapta a diversas combinações, sendo uma base perfeita para tigelas com granola, frutas frescas e mel. Cada combinação revela novas camadas de sabor, fazendo do açaí uma escolha versátil para qualquer momento do dia.

Rico em antioxidantes, fibras e vitaminas, esse açaí é uma escolha nutritiva e energética, alinhada com a visão de Djavan de uma Amazônia que nutre e sustenta. A embalagem também leva em consideração a causa ecológica e dispõe de todas as informações nutricionais que reforçam a confiança dos consumidores preocupados com a saúde.

“O novo membro da família Trigo carrega no seu DNA os valores ancestrais da floresta e o conhecimento dos povos locais com a consciência do ciclo sustentável da natureza. Com a ASA Açaí, vamos reforçar ainda mais o nosso comprometimento de ofertar comida de verdade a preços acessíveis”, afirma Michel Jager, diretor de Clientes, Branding e Novos Negócios do Grupo Trigo.    

Submetidos às normas de qualidade do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), todos os frutos da ASA Açaí são originários da região das Ilhas do Pará em parceria com fornecedores locais, sem adição de conservantes, agrotóxicos, ou fertilizantes químicos, não fermentados e sem glúten.   

“Nossa proposta é poder levar o açaí puro e outras refeições nutritivas da floresta para mais famílias, a fim de garantir maior qualidade na alimentação com respeito ao meio ambiente e aos parceiros locais”, explica João Hermeto, fundador da ASA Açaí.   

Além do açaí na tigela, as lojas contam com um cardápio versátil e apurado, trazendo um mix de produtos que inclui grãos, farinhas, frutas, polpas e opções de refeições quentes para serem consumidas no local ou atendendo a pedidos por delivery. Alguns produtos da marca também podem ser encontrados na rede de supermercados Zona Sul.   

Atualmente, a ASA Açaí tem unidades localizadas em Ipanema, Leblon e Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Crítica: Sabor com propósito - ASA Açaí une sabor, consciência ecológica e preço acessível
Renata Granchi
Renata Granchi é jornalista e publicitária com mestrado em psicologia. Passou pela TV Manchete, TV Globo, Record TV, TV Escola e Jornal do Brasil. Escreveu dois livros didáticos e atualmente é diretora do Diário do Rio. Em paralelo, presta consultoria em comunicação e marketing para empresas do trade.
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui