Foto: Reprodução

O maior aliado do prefeito e candidato a reeleição Marcelo Crivella (Republicanos), o presidente Jair Bolsonaro, não deve estar gostando nada do anúncio feito pelo alcaide nesta quarta-feira (15/11), que disse que as fiscalizações do cumprimento dos protocolos sanitários serão “bem mais rigorosos” a partir desta semana por causa do aumento nos casos de Covid-19 na cidade. “A Guarda Municipal e a Vigilância Sanitária vão atuar junto com a Polícia Militar. Agora pode ter ordem de prisão a quem se recusar a cumprir as regras de ouro. As pessoas vão ser levadas para a delegacia”, disse o prefeito, que ameaçou também aplicar “multas pesadas” pelo mesmo motivo.

Falta saber se alguém levará a sério, é que pouco antes de começar a campanha para prefeito, ele disse que anistiaria todas as as multas aplicadas durante a pandemia por causa das altas taxas de inadimplência.

Em seu discurso, Crivella afirmou que, “com certeza”, as atividades eleitorais deste mês impactaram as contaminações e contribuíram para o aumento de infectados no Rio.

Ele também anunciou o lançamento de um “Disk Covid”, canal de comunicação pelo qual a população poderá marcar exames num dos 27 tomógrafos “top de linha” da cidade, e enfatizou a importância do diagnóstico precoce. Detalhe, o subsecretário de Saúde não sabia do que se tratava, nem da relação das eleições com o aumento de casos.

A possibilidade de lockdown, apesar do aparente saturamento da rede do SUS e até particulares, foi descartada. “Nem penso nisso”, disse.

4 COMENTÁRIOS

  1. Eita acho que esse Bispo ta ficando gaga de tanto desespero… não fala mais nada com nada… ta perdido! espero que ache seu caminho pra bem longe do Rio de Janeiro! Crivella Nunca Mais!

  2. O engraçado que o energúmeno libera eventos musicais, turístico, mesas e cadeiras nas calçadas, e agora está preocupado com a COVID-19.

    Fizeram o que fizeram, junto com o boçal do Bolsonaro, para incentivar a imunidade de rebanho. Fecharam boa parte dos hospitais de campanha, prenderam os corruptos da saúde, retiraram o Witzel, e os insumos que detectam a contaminação em vias de se jogado fora, e agora, todos estão preocupados. Me engana que eu gosto.

  3. Faz Uma visita ao transporte público, então, com a guarda municipal… mas não adianta nos pontos de partida ou final não(!!!) tem que acompanhar o trajeto, colocando agentes dentro dos carros, percorrendo o interior e mandando sair e prendendo quem está descumprindo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui