Cultura em cena, por Ricardo Magaldi

Ajudar o público teatral é a proposta desta coluna. Semanalmente serão destacados alguns espetáculos e, paulatinamente, a programação das dezenas de teatros e casas de espetáculo

Peça: O Método Grönholm. Foto: Divulgação

Imediatamente! Assim reagiu o jornalista Quintino Gomes Freire, diretor deste DIÁRIO DO RIO, à proposta de organizar um noticioso semanal abrangendo o que está em cartaz no Rio de Janeiro.

Pois ajudar o público teatral é a proposta desta coluna. Semanalmente serão destacados alguns espetáculos e, paulatinamente, a programação das dezenas de teatros e casas de espetáculo cariocas será registrada e mantida atualizada.

A dica da semana é O Método Grönholm, no Copacabana Palace. Uma divertida comédia sobre uma situação que todos enfrentam: a entrevista de emprego. Escrita pelo espanhol Jordi Galceran a partir de anotações dos entrevistadores encontradas no lixo de uma grande empresa, e dirigida por Lázaro Ramos e Tatiana Tibúrcio, a peça traz Luis Lobianco, Anna Sophia Folch, Raphael Logam e George Sauma no papel dos candidatos. Reviravoltas e peripécias mantém o ritmo acelerado e causam diversas surpresas.

Teatro Copacabana Palace

Av. Nossa Sra. de Copacabana, 261, Copacabana

sex./sab. às 20h, dom. às 18h

de 06/jan a 05/02

E semana que vem retorna em cartaz a sátira Molière, no Teatro Riachuelo, mas somente por dois dias. Deliciosa sátira da vida e da arte composta a partir de referências à obra do autor francês recolocadas no contexto histórico do antigo regime. O resultado é um mosaico cômico bem composto, com divertimento para todos os gostos: de sofisticadas e herméticas ironias a respeito do próprio teatro, às mais escrachadas piadas reforçadas pela fisicalidade dos atores. O elenco de primeira é encabeçado por Renato Borghi, ator decano do teatro brasileiro, e Matheus Nachtergaele, como Moliére. Músicos no palco, ótima performance dos coadjuvantes e uma constante movimentação de cenários mantém a atenção e o riso em alta. Como substrato  dramático há uma disputa entre a Comédia e a Tragédia.

Teatro Riachuelo
R. do Passeio, 38/40, Centro
sex. e sab. às 20h
20 e 21/jan

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui