7 Curiosidades sobre o Calçadão de Copacabana

Calçadão por Hernán Maglione

O calçadão de Copacabana é um dos símbolos mais conhecidos do Rio de Janeiro, tanto é que faz parte do layout do Diário do Rio de Janeiro. Mas tem algumas curiosidades que muitos cariocas não sabem sobre ele, conheça algumas:

1. O original fica na Praça do Rocio em Lisboa

Praça do Rocio

O traçado do Calçadão é baseado no da Praça do Rocio em Lisboa, representando o encontro das águas doces do Tejo com o Oceano Atlântico. Na Praça tem uma estátua de D. Pedro IV, digo, D. Pedro I.

2. O Calçadão tem 4,15 km

Coapcabana por Sheila Tostes

O calçadão de Copa tem cerca de 4,15 Km e percorre as praias do Leme e de Copacabana.

3. Foi construída pelo Prefeito Pereira Passos em 1906

Calçadão de Copacabana

As ondas eram perpendiculares ao comprimento da calçada. Somente com a reforma da década de 70 é que ganharam o sentido atual, paralelo à calçada.

4. As pedras foram importadas de Portugal

Coapcabana Calçadão por Ricardo Castro Santos

Foram usadas calcita branca e basalto negro importados de Portugal, também de lá veio um grupo de calceteiros (profissional utilizado até hoje para manutenção das calçadas com pedras portuguesas).

5. As Pedras do Calçadão de Copa foram usadas na Rio Branco

Avenida Rio Branco por Luiz Fernando

Foram tantas pedras que foram utilizadas também para calçar toda a Avenida Rio Branco. Logo depois da importação foram descoberta jazidas destas pedras por todo o Brasil, mas ainda as chamamos de pedras portuguesas.

6. O estilo curvilíneo atual é de 1970

Fuscas em Copacabana

O estilo curvilíneo do calçadão atual só foi delineado a partir de 1970 com o aumento da faixa de areia e o alargamento das pistas da orla e com o trabalho de Burle Marx. Ele manteve o desenho original mas aumentou as curvas.

7. Em Tocantins também há uma ao Calçadão de Copacabana

Calçadão de Copacabana em Tocantins

É um monumento da Cidade de Palmas, capital do Tocantins, em homenagem aos 18 do Forte.

Advertisement

8 COMENTÁRIOS

  1. O nome está correto só que nós, portugueses, escrevemos Rossio com dois ss.
    A praça Luís de Camões fica num ponto alto da cidade a cerca de 600 metros do Rossio

  2. Prezado Editor.
    Quero parabenizá-lo pelas singulares reportagens do DiáriodoRio. São excelentes suas publicações e fotografias. Tal como essa qua acaba de publicar sobre as calcadas de Copacabana e sua origem das calçadas, na Velha e saudosa Lisboa. Entretanto, algo me chamou a atenção ao remeter à Praça do Rocio as ditas formas das ondas nas calçadas, como se lá fosse a fonte. Por acaso o nome desse local não é – Praça Luis de Camões -, em vez de Praça do Rocio ? Corrija-me, por favor. Um Abraço caloroso !
    Lúcio

    • O nome está correto só que nós, portugueses, escrevemos Rossio com dois ss.
      A praça Luís de Camões fica num ponto alto da cidade a cerca de 600 metros do Rossio

  3. Olá. O estilo e desenho é português. A primeira calçada com “ondas”, foi da Praça Dom Pedro IV mais conhecida por praça Rossio no centro de Lisboa, Portugal, além da praça da Baixa, 1849. Depois com a construção do Teatro Amazonas,1896 em Manaus inspirou-se a fazer o seu entorno o Largo de São Sebastião, centro de Manaus, concluído em 1901. Inspirou também o calçadão de Copacabana, no Rio de Janeiro, 1906.

  4. Olá. O estilo tradicional de desenho é português. A primeira calçada com “ondas”, foi da Praça Dom Pedro IV mais conhecida por praça Rossio no centro de Lisboa, Portugal, além da praça da Baixa, 1849. Depois com a construção do Teatro Amazonas,1896 em Manaus inspirou-se a fazer o seu entorno o Largo de São Sebastião, centro de Manaus, concluído em 1901. Inspirou também o calçadão de Copacabana, no Rio de Janeiro, 1906.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui