Decreto proíbe uso de celulares em salas de aula na rede municipal de ensino do Rio

O texto, publicado no Diário Oficial, explica que os estudantes poderão usar o celular se o professor permitir, para fins pedagógicos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto de Yan Krukau: https://www.pexels.com/pt-br/foto/garoto-menino-rapaz-crianca-8617807/

Nesta segunda-feira (07/07), a prefeitura do Rio publicou no Diário Oficial um decreto que proibiu o uso de aparelhos celulares durante as aulas da rede municipal. A decisão diz que além do celular, dispositivos tecnológicos também ficam proibidos, como tablets. O uso não é mais permitido dentro das salas de aula e também fora delas, caso haja trabalhos individuais ou em um grupo em andamento.

Por outro lado, o texto explica que os estudantes poderão usar o celular se o professor permitir, para fins pedagógicos.

Os aparelhos tecnológicos, quando utilizados em sala de aula, devem ser considerados ferramentas de aprendizagem e não devem ser motivo de distração ou interrupção do processo educacional“, diz o texto.

O secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, publicou um vídeo comentando o decreto: “a gente vive uma epidemia de distrações”.

Advertisement

O decreto destaca ainda que alunos com deficiência ou problemas de saúde que precisem dos dispositivos tecnológicos para monitoramento ou auxílio poderão utilizar sem restrições.

Além disso, quando o uso for permitido, os celulares devem ser mantidos no modo silencioso.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Decreto proíbe uso de celulares em salas de aula na rede municipal de ensino do Rio
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui