Defesa Civil de Nova Iguaçu cadastra voluntários para atuar em áreas de riscos

Objetivo é ampliar as ações de prevenção e respostas aos desastres causados pela chuva

Voluntários irão trabalhar para ajudar na prevenção de desastres no município

A Secretaria de Defesa Civil de Nova Iguaçu está cadastrando voluntários na Rede Municipal de Servidores, Voluntários e Amigos da Comunidade (Rede SVAC) com o objetivo de realizar ações de prevenção e respostas aos desastres causados pela chuva. Já são mais de 2.200 inscritos, que atuam em diversos bairros da cidade, principalmente em áreas vulneráveis com risco de enchentes e deslizamentos de terra.

Criada na cidade em janeiro de 2017 e coordenada pela Defesa Civil, a Rede visa integrar agentes públicos, instituições não governamentais, setor privado, comunidade, líderes comunitários e voluntários independentes no objetivo de promover a Redução do Risco de Desastres (RRD), fortalecendo a participação do cidadão nas ações planejadas ou adversas que ocorrem na cidade.

“Os voluntários desempenham uma série de atividades na cidade. Eles podem ser voluntários individuais ou pertencer a uma instituição, como a Cruz Vermelha, entre outras. Eles também são lideranças comunitárias, fazendo um elo entre a Defesa Civil e a comunidade vulnerável, nos informando em tempo real o que está acontecendo e passando orientações, como mudanças de estágio até orientando o morador a deixar sua casa e se dirigir até um dos 39 Pontos de Apoio”, afirmou o superintende de Defesa Civil de Nova Iguaçu, Vilson Santos.

Ainda segundo Vilson, o voluntário individual pode atuar nas diversas ações de proteção e Defesa Civil de acordo com suas capacidades. Já os que estão nos núcleos comunitários de Proteção e Defesa Civil e responsáveis pelos pontos de apoio, estão em contato permanente, inclusive nas mensagens que antecedem a uma chuva forte e as informações são trocadas com a população. Uma tragédia ou incidente pode ser evitado. “O trabalho deles é essencial e pode fazer a diferença, e até salvar vidas”, enfatizou.

A Defesa Civil oferece e promove várias atividades de integração, capacitação e treinamento aos cadastrados, como cursos gratuitos, reuniões periódicas, ações conjuntas em exercícios simulados em escolas e comunidades vulneráveis a desastres. Também há ações de conscientização da população sobre condutas preventivas e seguras, ações conjuntas em mapeamento de áreas vulneráveis, participação integrada na construção e atualização dos Planos de Emergência da Cidade, entre diversas outras atividades.

O trabalho dos voluntários também tem sido importante para incentivar o cadastramento da população para receber mensagens de alerta (via SMS) para moradores de áreas vulneráveis. Atualmente a cidade conta com 65.271 mil moradores cadastrados para receber o SMS.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui