Defesa Civil do Rio realiza quase 1,5 mil vistorias em janeiro; Taquara, Campo Grande e Bangu são os bairros com mais inspeções

Ao todo, foram realizadas 1.423 vistorias em toda a cidade, sendo 81% de caráter preventivo e 19% emergenciais

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Vistoria da Defesa Civil em estabelecimento no Catete, Zona Sul do Rio - Foto: Divulgação/Seop

Durante o mês de janeiro, bastante chuvoso no Rio de Janeiro, a Subsecretaria de Defesa Civil realizou 1.423 vistorias em toda a cidade, sendo 81% de caráter preventivo e 19% emergenciais.

Dessas ocorrências, destacam-se os atendimentos em imóveis com rachadura e infiltração (483), locais com ameaça de desabamento de estrutura (375) e inspeções em desabamento de estruturas (228).
 
”A medida preventiva é a melhor forma de evitar um acidente, mas, infelizmente, ainda atendemos a muitas emergências. Por isso, a importância da população logo nos acionar quando verificarem sinais de rachaduras nas paredes. Em caso de grandes chuvas também pedimos para que se abriguem em locais seguros. Muitas pessoas têm medo de abandonar suas casas, mas na hora da tempestade, a vida deve estar em primeiro lugar”, afirma o subsecretário de Defesa Civil, coronel Rodrigo Gonçalves.

Ao todo, 147 bairros foram inspecionados, sendo os mais atendidos Taquara (70 vistorias); Campo Grande (55) e Bangu (43).

Vale ressaltar ainda que, nos últimos dois anos, também foi possível verificar que as vistorias preventivas sendo ampliadas, com 683 em 2021 e 1.354 em 2022. 

Advertisement

Leia também

Rio terá observatórios para estudos climáticos; 1º será no Complexo do Alemão

Balão é ‘abatido’ antes de cair no Aeroporto do Galeão

A Defesa Civil pede que, caso alguém verifique algum tipo de rachadura em sua residência, não hesite em entrar logo em contato pelos números 1746 e 199, que atendem 24h por dia.

Outra informação importante é que o cidadão não faça construção de acréscimos sem o devido licenciamento e acompanhamento técnico de profissional habilitado (engenheiro ou arquiteto), que são conhecidas como construções irregulares.

”Nós temos muito orgulho da Defesa Civil aqui da cidade do Rio. É um trabalho que os agentes realizam de fundamental importância para preservação da vida da população carioca, especialmente para aquelas pessoas que residem em áreas que sofrem com as fortes chuvas. Nós temos um trabalho muito grande e importante de prevenção, de preservar a vida das pessoas, de se antecipar a problemas maiores. A gente faz vistorias técnicas, simulados, manutenção das sirenes que funcionam nas comunidades do Rio de Janeiro. É muito importante que a população atenda e preste atenção nos comandos da Defesa Civil e nas orientações que essa equipe técnica presta a cada dia de trabalho. A gente vai continuar investindo, aprimorando e aperfeiçoando esse serviço público fundamental pra vida da população carioca”, comenta o secretário municipal de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Defesa Civil do Rio realiza quase 1,5 mil vistorias em janeiro; Taquara, Campo Grande e Bangu são os bairros com mais inspeções

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui