Deputada Lucinha é investigada por ligação com milícia e afastada

Mãe do vereador e secretário municipal, Júnior da Lucinha, a deputada foi afastada do cargo e sofre busca apreensão no gabinete e em sua casa

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

A deputada estadual Lucinha (PSD) foi afastada, por tempo indeterminado, do cargo de deputada estadual, é que determinou o Tribunal de Justição do Estado do Rio de Janeiro. Ela também está sendo alvo, na manhã desta segunda-feira, 18/10, de busca e apreensão da Operação Batismo, da Polícia Federal e do Ministério Público do Rio de Janeiro. Além de afastá-la do mandato, a Justiça proibiu Lucinha de frequentar as sedes da Alerj — tanto o Palácio Tiradentes quanto o novo prédio da Casa, o Alerjão.

A investigação aponta que a deputada é considerada o braço político da milícia de Luis Antônio da Silva Braga, o Zinho, uma das mais poderosas e violentas do Rio e com forte atuação em Campo Grande e Santa Cruz. É o que informa o G1.

A Justiça expediu 8 mandados de busca e apreensão contra a deputada. Entre os endereços estão o gabinete de Lucinha na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), no Centro, e na casa dela, em Campo Grande. Outro alvo de buscas nesta segunda é Ariane de Afonso Lima, uma de suas funcionárias.

Mãe do vereador Júnior da Lucinha, secretário de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida de Eduardo Paes, Lucinha apareceu na mídia nacional em 1/10/23 quando foi sequestrada em um sítio por homens armados que estavam em fuga e a levaram em um carro da Alerj para Vila Kennedy.

Advertisement

Em 2008, ela foi responsável indiretamente, pela perda de votos do então colega de aliança Fernado Gabeira, é que o então candidato a prefeito, sem saber que estava sendo ouvido por repórteres teria dito na Barra: “A Lucinha está com salto alto. É uma analfabeta política. Tem uma visão suburbana e precária – esbravejou Fernando Gabeira, sem saber que estava sendo ouvido por repórteres de três jornais”.

Nas eleições de 2022, Lucinha foi 26ª deputada mais votada dos 70 parlamentares eleitos para Alej. A parlamentar obteve 60.387 votos. Caso continue afastada quem assume seu lugar é Raiana de Chiquinho, de Araruama.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Deputada Lucinha é investigada por ligação com milícia e afastada
Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. Esse é o Estado profundo ou Estado real.

    Quem manda no Estado é define políticas públicas?

    Um governador miliciano e parmalentares milicianos.

    Mas a direita não se enxerga e culpa X, Y, Z de 30, 40 anos atrás pela situação decrépito do Estado hoje.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui