Foto: Reprodução

Autora do projeto de lei no 2019/2023, que institui a Renda Básica Fluminense, Renata Souza (Psol), participa da mobilização nacional desta quinta-feira, 18/02, a favor do pagamento do auxílio emergencial. No Rio de Janeiro, um ato será realizado em frente à Assembleia Legislativa às 18h.

De acordo com a proposta da deputada, as famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza e os trabalhadores em situação de vulnerabilidade receberão mensalmente de R$600,00 (seiscentos reais) do governo estadual.

O projeto de Renata Souza obriga o Estado do Rio a pagar o benefício aos maiores de 18 anos de idade que não tenham emprego formal e cuja renda familiar mensal per capita seja de até meio salário-mínimo ou a renda familiar mensal total seja de até três salários-mínimos. Mulheres mães provedoras das famílias monoparentais receberão duas cotas do benefício.

A ação nacional está sendo organizada pela Coalizão Negra Por Direitos, uma aliança composta por 200 grupos de movimentos negros do país.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

2 COMENTÁRIOS

  1. Este país não tem solução con a robalheira ,y porque o governo não controla o dinheiro do Estado que tem como ayuda para os menos favorecidos por isso todos queren ser políticos que é a melhor forma de robar se isso fosse aquí na Europa estaría todos na cadeia .
    Para que tantos partidos políticos y más un país que esta no fundo do poço.

  2. Os auxílios nunca chegam a quem realmente precisa.
    Tem muitos espertalhões tirando vantagem.
    Denunciei uns que estão sempre mamando nas tetas se auxílio mas posam sempre de boas nas redes.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui