Deputado Marcelo Queiroz quer ouvir Cobasi de Porto Alegre sobre morte de animais

Depurado Federal do PP-RJ quer saber os motivos pelos quais 38 cães e gatos, além de aves e roedores, foram abandonados à própria sorte durante as enchentes do RS

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Deputado Marcelo Queiroz qualificou como "cruel" a imagem dos animais mortos

A loja da Cobasi, localizada na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, será motivo de uma audiência pública para explicar as condições das mortes dos animais que estavam abrigados na unidade durante as enchentes que atingiram o estado sulista. A solicitação foi feita pelos deputados federais Marcelo Queiroz (PP-RJ) e Delgado Matheus Laiola (União-PR). A audiência acontecerá na terça-feira (11), às 10h, no Plenário 2, com transmissão pela TV Câmara.

Como foi amplamente veiculado pela imprensa vários animais foram encontrados mortos no subsolo da unidade, que fica no bairro Praia de Belas e teria sido evacuada 3 de maio diante do alagamento do subsolo de um shopping, onde funcionava.

Segundo o deputado Marcelo Queiroz, 38 cães e gatos foram encontrados mortos na ocasião. Mas não foram as únicas espécies, também havia aves e roedores. Queiroz qualificou como “cruel” as imagens dos corpos dos animais flutuando no ambiente inundado, além de representar fato “gravíssimo” para a saúde pública tal situação.

Advertisement

“Pelo menos 38 cães e gatos morreram em uma loja no bairro Praia de Belas. A unidade teria sido evacuada em 3 de maio por conta de um alagamento que atingiu o subsolo de um shopping. O país acompanhou aterrorizado as cenas de animais mortos boiando, abandonados de forma cruel por seus tutores. O episódio também é gravíssimo no que diz respeito à saúde pública, por conta da decomposição dos cadáveres”, observou o deputo do Rio de Janeiro.

Entre os participantes da audiência pública estão as diretoras do departamento jurídico do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, Ana Paula de Vasconcelos e do Grupo de Resposta a Animais em Desastre, Carla Maria Sassi de Miranda; além de representantes da Cobasi; do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA); da Secretaria Nacional do Consumidor; do Departamento de Proteção, Defesa e Direitos Animais, do Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima; do Ministério Público do Rio Grande do Sul; e da Delegacia de Polícia de Proteção ao Meio Ambiente.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Deputado Marcelo Queiroz quer ouvir Cobasi de Porto Alegre sobre morte de animais
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui