Deputado usa expressões homofóbicas para criticar ação ambiental em mansão de Neymar no RJ

Anderson Moraes (PL) disparou críticas em tom pejorativo contra Alan Campos da Costa, prefeito de Mangaratiba: ''Tchutchuca''

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Infoglobo

Na manhã desta terça-feira (27/06), o deputado estadual Anderson Moraes (PL) usou o seu espaço na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) para disparar críticas de caráter homofóbico contra a administração da Prefeitura de Mangaratiba e a atuação da Secretaria de Meio Ambiente da cidade, localizada na Região da Costa Verde do estado, em referência ao caso que envolveu obras irregulares na mansão do jogador de futebol Neymar.

A ação, em conjunto com a Polícia Militar Ambiental, a Polícia Civil e agentes do Grupamento de Proteção Ambiental de Mangaratiba, se deu na quinta-feira (22/06) passada, após uma série de denúncias baseadas em postagens de redes sociais, que mostravam uma grande obra sendo feita, sem autorização ambiental, na propriedade do atleta.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente de Mangaratiba, as obras no terreno onde localiza-se a mansão causaram desmatamento, quebra de rochas e desvio do curso de um rio para que houvesse a construção de um lago artificial.

Anderson Moraes criticou a operação e prometeu distribuir entre os parlamentares algumas fotografias do local antes e após a intervenção, para comprovar que não houve danos ambientais. E ainda se referiu à ação como ”desproporcional” e ”infundada”.

Advertisement

O deputado disparou críticas ao prefeito Alan Campos da Costa e afirmou que operações como esta afastam investidores e prejudicam o desenvolvimento do município. ”Não adianta você ser ‘tigrão’ com quem quer desenvolver e gerar emprego e ser ‘tchutchuca’ da milícia e do poder paralelo dentro de Mangaratiba”, disse o deputado, em tom pejorativo.

O parlamentar também desaprovou a abordagem da secretária Shayenne Barreto com o pai do jogador, que foi quem recebeu os agentes na mansão. ”Ela não deveria ter falado daquele jeito nem com um cachorro, até porque, se tivesse falado, haveria várias entidades protetoras dos animais se posicionando”, complementou.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Deputado usa expressões homofóbicas para criticar ação ambiental em mansão de Neymar no RJ
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui