Desfile ‘Fala Majeté’ da Grande Rio ganha vida no Museu de Arte do Rio

A exposição denominada "Laroyê, Grande Rio" promete celebrar a força artística do desfile e explorar a essência da divindade Exu para além dos preconceitos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Acadêmicos do Grande Rio leva enredo sobre Exu para a Marquês de Sapucaí Foto: Brenno Carvalho

O aclamado desfile “Fala, Majeté! Sete Chaves de Exu” da Acadêmicos do Grande Rio, que venceu o Carnaval de 2022, transcendeu as avenidas e passou a ocupar um espaço no Museu de Arte do Rio (MAR) por meio da exposição intitulada “Laroyê, Grande Rio” em colaboração com o Coletivo Carnavalize. A mostra promete transportar o público de volta às emoções que culminaram na histórica conquista.

Até o dia 3 de março de 2024, o Museu de Arte do Rio será o lar dessa exibição, sob a curadoria de Leonardo Antan, Luise Campos, Thomas Reis, e com supervisão curatorial de Marcelo Campos, Amanda Bonan e Jean Carlos Azuos, da equipe do MAR. Esta mostra contará com elementos como fantasias, esculturas e cenários que desfilaram pela avenida, além do trabalho de artistas que inspiraram os carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora, incluindo nomes como Mulambo, Cety Soledade, Guilherme Kid e Ju Angelino.

Os curadores têm como objetivo celebrar a força artística do desfile, dando nova vida às peças que antes transitavam brevemente pela Marquês de Sapucaí. Eles destacam o desafio e a gratificação de proporcionar ao público uma experiência diferente da produção carnavalesca. “Um desfile de escola de samba é pensado para ser uma experiência única. E fazer com que seus elementos ganhem caráter mais permanente, coroando o trabalho de todo um ano de artistas de barracão, é ao mesmo tempo um desafio e uma tarefa gratificante.” afirmam.

E além da ocupação das galerias com obras de arte carnavalescas, a exposição levanta discussões sobre Exu, um orixá muitas vezes estigmatizado e controverso nas religiões de matriz africana. O objetivo é explorar a essência dessa divindade para além dos preconceitos, desafiando a visão comum que o associa ao diabo na cultura ocidental.

Advertisement

O carnavalesco Leonardo Bora destaca a importância de ocupar um espaço tão relevante como o MAR. “Ocupar um espaço tão importante como o Museu de Arte do Rio com uma exposição integralmente pensada a partir de um desfile de Escola de Samba cujo enredo exaltou as potências de Exu, complexo divino tão demonizado devido ao racismo religioso, é algo que nos enche de orgulho, força e alegria.”

A exposição “Laroyê, Grande Rio” é um convite para reviver a energia pulsante do desfile campeão da Tricolor de Caxias.

Serviço:

  • Exposição: “Laroyê, Grande Rio”
  • Local: Museu de Arte do Rio (MAR) Praça Mauá, 5 – Centro, Rio de Janeiro
  • Encerramento: 03 de março de 2024
  • Visitação: Quinta-feira a domingo, das 11h às 18h (última entrada às 17h)

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Desfile 'Fala Majeté' da Grande Rio ganha vida no Museu de Arte do Rio
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Desfile 'Fala Majeté' da Grande Rio ganha vida no Museu de Arte do Rio
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui