Desordem! Margens da Linha Vermelha são tomadas por construções irregulares

Casas, lojas e até mesmo prédios com quatro andares foram erguidos ilegalmente na região; Subprefeitura da Zona Norte e SEOP afirmam que a influência do tráfico de drogas no local dificulta as ações de demolição e ordem

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Gabriela Souza/BandNewsFM

A Linha Vermelha vem sofrendo, há anos, com a desordem generalizada. Quem passa pela via consegue enxergar as construções irregulares que foram erguidas às margas da Linha. São casas, barracos, lojas e até mesmo prédios que ferem a ordem pública do Rio, pois todas foram produzidas ilegalmente, e futuramente, podem causas tragédias.

As edificações já ultrapassam as barreiras acústicas. Algumas chegam a ter quatro andares de altura.

A Subprefeitura da Zona Norte afirmou, ao Band News, que age em conjunto com os demais órgãos da Prefeitura sempre que recebem denúncias a respeito de construções irregulares na região citada. E que no dia 15 de julho, inclusive, atuou para derrubar algumas lojas de construção irregularmente estabelecidas no trecho.

A subprefeitura ainda justificou que por se tratar de uma área sob influência do tráfico de drogas, é necessário o suporte operacional das polícias militar e civil, cuja disponibilidade é limitada. Não só por uma questão de efetivo, mas também em razão dos limites impostos pela Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF 635) do Supremo Tribunal Federal.

Advertisement

Leia também

Águas do Rio alega não saber sobre situação da Cedae mas presidente foi diretor da empresa – Bastidores do Rio

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

A Secretaria de Ordem Pública (SEOP) informou, ao Band News, que tem realizado uma série de demolições na região, algumas ainda em processo de demolição, e que, e também argumentou que devido à influência do crime organizado no local, precisa do apoio das forças de segurança para a continuidade das operações.

A SEOP também afirmou que vai programar uma vistoria no local, juntamente com as lideranças comunitárias e das forças policiais, uma vez que se trata de uma área sob influência do crime organizado e que desde o 2021 já foram realizadas cerca de 50 demolições na comunidade da Maré.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Desordem! Margens da Linha Vermelha são tomadas por construções irregulares

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Uma vergonha… Se amanhã quiserem ampliar a L. Vermelha, os moradores vão querer indenização do local que invadiram.
    A Ponte do Saber está com os estaios sem iluminação após tiros nos refletores. Ninguém consertou até hoje.
    Quando inauguraram a L. Vermelha, há 30 anos, chamavam de Rio-Miami. Deixaram virar área de guerra, o que ajudou a matar o Galeão. Fora Dudu Paes!

  2. Infelizmente isso ocorre tbm na linha amarela…. vejam os prédios construídos e em construção colados na linha amarela… com esgoto inclusive voltados para a parede da via… é um absurdo… enquanto uma tragédia não ocorrer ninguém fará nada.. RJ pede socorro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui