Detran.RJ reforça a validade da Carteira de Identificação Nacional (CIN) em meio a relatos de recusa em bancos e escolas

A CIN foi introduzida pelo Governo Federal com o objetivo de simplificar a identificação e reduzir fraudes documentais, unificando vários tipos de documentos de identificação em um único cartão.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação Detran.RJ

Após relatos recentes de que alguns bancos e escolas no estado do Rio de Janeiro estariam recusando a Carteira de Identificação Nacional (CIN) emitida pelo Detran.RJ, o departamento esclareceu a situação e reforçou que o documento, implementado em janeiro deste ano, é válido, seguro e oficial em todo o território brasileiro.

A CIN foi introduzida pelo Governo Federal com o objetivo de simplificar a identificação e reduzir fraudes documentais, unificando vários tipos de documentos de identificação em um único cartão. De acordo com o Detran.RJ, a CIN é um documento legítimo e amplamente aceito.

No estado do Rio de Janeiro, a CIN é emitida pelo Departamento de Identificação Civil desde o início do ano, e está disponível para a população com até 18 anos.

Uma das características mais vantajosas da CIN é a sua versão digital, que pode ser facilmente baixada por meio do aplicativo oficial do departamento. É importante destacar que a versão digital possui a mesma validade legal que a carteira física. Além disso, o cidadão pode acessar todos os dados presentes no documento por meio do QRCode.

Advertisement

A Carteira de Identificação Nacional é um documento confiável e plenamente aceitável em todas as situações que requerem a apresentação de identificação, incluindo instituições financeiras e escolas. Os cidadãos podem continuar utilizando a CIN com total segurança e confiança, segundo informa a entidade.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Detran.RJ reforça a validade da Carteira de Identificação Nacional (CIN) em meio a relatos de recusa em bancos e escolas
Renata Granchi
Renata Granchi é jornalista e publicitária com mestrado em psicologia. Passou pela TV Manchete, TV Globo, Record TV, TV Escola e Jornal do Brasil. Escreveu dois livros didáticos e atualmente é diretora do Diário do Rio. Em paralelo, presta consultoria em comunicação e marketing para empresas do trade.
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui