Dia dos Povos Indígenas será celebrado em dois eventos abertos ao público no Parque Lage e no Museu da República

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Parque Lage

Durante o mês de abril, a Associação Indígena Aldeia Maracanã (AIAM) vai promover de forma gratuita, em dois finais de semana seguidos, uma “Semana Intercultural Indígena” cheia de atividades dos povos originários do Brasil para celebrar o “Dia dos Povos Indígenas”. A data temática é comemorada em 19 de abril, mas para facilitar o acesso do público os dois eventos ocorrerão no mês de celebração nos dias 13 e 14, no Parque Lage, e nos dias 20 e 21, nos jardins do Museu da República, completando suas 16ª e 17ª Edição. Mais de quatrocentos indígenas, de dezenas de etnias do Brasil, estarão reunidos para mostrar sua rica cultura, entoar cantos e danças rituais, expor e vender sua arte e seus artesanatos tradicionais, fazer contação de histórias e pintura corporal do público, além da exibição de filmes e rodas de conversa sobre as questões indígenas.

Nos dois eventos, o público presente vai contar com 90 barracas de expositores indígenas de diversas etnias, entre elas: Guarani, Pataxó, Tukano, Puri, Fulni-ô, Kaingang, Guajajara, Ashaninka, Tikuna, Tupinambá, Baniwa, Waurá, Kamayurá, Yawalapiti, Kayapó, Mehinako, Pankararu, Kariri-Xocó, Karajá, Potiguara, Sateré Mawé, Bororo, Huni-Kuin, Kadiwéu, Kambeba, Kichua, Anambé, Maraguá e Goitacá. O evento será aberto ao público das 9h às 17h, em todos os dias de realização.

Advertisement

No Museu da República serão exibidos dois curta-metragens seguidos de debates. No sábado, dia 20, às 14h, é a vez do “Território do Cocar” com um debate sobre os 200 anos da Independência do Brasil revistos na ótica dos povos indígenas. No domingo, dia 21, às 14h, será o documentário “Para Berta, com Amor”, sobre a antropóloga Berta Ribeiro, esposa de Darcy Ribeiro. Após a exibição, um debate sobre a importância do legado etnográfico deixado por ela que, em outubro, faria 100 anos.

A campanha “Restauro Já” será lançada durante o evento e nela os indígenas vão cobrar do governo do estado que cumpra o compromisso assumido desde 2013 de restaurar o prédio do antigo museu do índio, ao lado do estádio do Maracanã, onde trabalharam o Marechal Rondon e o antropólogo Darcy Ribeiro, para que nele seja criado o prometido “Centro de Referência da Cultura Viva dos Povos Indígenas”, aberto aos 305 povos indígenas que ainda existem no Brasil.

Celebrado em 19 de abril, e intitulado anteriormente como “Dia do Índio”, a data temática desde 2023 tem nova nomenclatura: “O Dia dos Povos Indígenas”, de acordo com o projeto de lei da ex-deputada federal Joênia Wapichana, atual presidente da FUNAI. Idealizado e realizado desde 2014 pela Associação Indígena Aldeia Maracanã (AIAM), essa “Semana Intercultural Indígena” tem a expectativa de receber um público de mais de 10 mil pessoas em cada evento e conta com o apoio institucional da Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV), da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa, ICMBio da Floresta da Tijuca, do Museu da República e do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM).

SERVIÇO:

DIA DOS POVOS INDÍGENAS NO PARQUE LAGE 2024
Entrada franca, datas: 13 e 14 de abril (sábado e domingo)
Horário: das 9h às 17h
Parque Lage – Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico – Rio de Janeiro – RJ
Programação – 13 (sábado) e 14 (domingo) de abril

09h – Abertura do acesso do público à feira de artesanato

10h – Abertura oficial do evento

Programação das 9h às 17h:

  • Grande feira de arte e artesanato indígena
  • Apresentações culturais dos povos indígenas presentes
  • Pintura corporal do público
  • Atividades na Tenda Cultural:
  • Contação de histórias
  • Rodas de conversa
  • Oficinas indígenas

17h – Roda de encerramento do evento
DIA DOS POVOS INDÍGENAS NO MUSEU DA REPÚBLICA 2024
Entrada franca, datas: 20 e 21 de abril (sábado e domingo)
Horário: das 9h às 17h
Museu da República – Rua do Catete, 153 – Catete – Rio de Janeiro – RJ

Programação – 20 (sábado) e 21 (domingo) de abril
09h – Acesso do público à feira de artesanato
10h – Abertura oficial do evento

Programação das 9h às 17h:

  • Grande feira de arte e artesanato indígena
  • Apresentações culturais dos povos indígenas presentes
  • Pintura corporal do público

Atividades na Tenda Cultural:

  • Contação de histórias
  • Rodas de conversa
  • Lançamento de livros de autores indígenas
  • Oficinas indígenas

17 h – Roda de encerramento do evento.
Sábado, 14h – Exibição do curta-metragem: “Território do Cocar” seguida de debate.
Domingo, 14h – Exibição do curta: “Para Berta, com amor”, seguida de debate.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Dia dos Povos Indígenas será celebrado em dois eventos abertos ao público no Parque Lage e no Museu da República
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Dia dos Povos Indígenas será celebrado em dois eventos abertos ao público no Parque Lage e no Museu da República
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui