Dia Mundial do Urbanismo: Instituto Rio21 comenta importância de projetos de revitalização do Centro do Rio

A data propõe uma reflexão sobre a solução dos principais problemas relacionados ao espaço urbano das cidades

Funcionários da Secretaria de Conservação trabalham no Centro Histórico do Rio de Janeiro | Foto: Rafa Pereira - Diário do Rio

Nesta semana foi comemorado o Dia Mundial do Urbanismo (08/11). A data propõe uma reflexão sobre a solução dos principais problemas relacionados ao espaço urbano das cidades, pensando, principalmente, na questão dos transportes, habitação, planejamento de áreas verdes, entre outros aspectos.

Na cidade do Rio de Janeiro, um dos projetos mais recentes e de maior impacto nessa direção é o Reviver Centro, um projeto criado na metade de 2021 e que visa recuperar o Centro do Rio atraindo novos moradores e reativando a vida social, cultural e urbanística da região.

Em função da data do Dia Mundial do Urbanismo e da importância do planejamento urbano, o Instituto Rio21 analisou dados do primeiro ano de funcionamento do projeto Reviver Centro.

A criação do programa claramente teve impacto, motivando uma maior procura por imóveis residenciais no Centro da cidade. Só no primeiro ano do projeto foram concedidos pedidos de licença que totalizam 1.317 unidades residenciais, número maior do que o registrado em toda a série histórica entre 2009 e 2020:

Além disso, quando foi publicado o relatório do Reviver Centro, no meio desse ano, havia pedidos de licenças em análise referentes a 471 unidades residenciais:

Número de unidades residenciais com licenças emitidas e com licenças pendentes. Fonte: Reviver Centro – Relatório Anual – 2021-2022. Elaboração: Instituto Rio21.

Desses pedidos de licença que ainda estavam pendentes, a maioria dizia respeito a unidades residenciais na Rua do Acre, mas também nas Ruas do Passeio, Nossa Senhora de Fátima e do Lavradio:

Ruas com pedidos de licença pendentes. Fonte: Reviver Centro – Relatório Anual – 2021-2022. Elaboração: Instituto Rio21.

O projeto ainda conta com uma série de ações para revitalizar a região de modo geral, com atividades da Comlurb, da RioLuz, da CET-RIO e das Secretaria de Ordem Pública, Assistência Social e Conservação, por exemplo. Essa atuação é importante não só para atrair novos moradores, mas para melhorar a qualidade do espaço público, valorizando também o comércio e o turismo, incentivando atividades econômicas na área.

O Instituto Rio21 tem uma atuação importante em outro projeto de revitalização do Centro da cidade, coordenando o trabalho de campo do projeto Aliança Centro-Rio. O trabalho consiste em indicar ao 1746 (canal de comunicação oficial da Prefeitura do Rio), as ocorrências de problemas urbanos verificados na região, como buracos e obstáculos nas calçadas, por exemplo. Assim, estabelecemos uma parceria entre poder público e privado, importante para melhorar cada vez mais essa região da cidade.

Abaixo apresentamos as imagens de antes e depois de uma das ocorrências registradas pela equipe de campo:

Antes e depois de uma ocorrência na Avenida Rio Branco, 25, identificada pelas agentes de campo do projeto Aliança Centro-Rio.

Para mais informações sobre o projeto do Aliança Centro-Rio, acesse o site.

Para conhecer mais sobre o Instituto Rio21, você pode acessar nosso site, Instagram ou Linkedin.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui