O blog do Alex Castro, que de vez em quando comenta aqui no Diário, traz um ótimo post sobre as filmagens de Hulk no Rio de Janeiro. De onde destaco este trecho:

No Brasil, nossa polícia acha mais importante matar bandidos do que proteger a população: não têm pudor algum em começar tiroteios no meio de civis inocentes. Pior ainda, muitas vezes parecem achar que a população das favelas ou é composta de combatentes inimigos ou, simplesmente, de não-cidadãos que podem ser mortos à vontade.

Pois bem, foi triste constatar que a equipe do exército americano (comandada pelo vilão do filme!) que invade uma favela carioca para capturar Bruce Banner, apesar de não ter lá muito respeito pela soberania brasileira, tem mais respeito pela vida e integridade física dos nossos cidadãos do que a nossa própria polícia – incluindo aí até o Capitão Nascimento. Além de só usarem armas com dardos tranquilizantes, nunca atiram quando existe possibilidade de atingir civis inocentes. Esses gringos não sabem nada de invadir favela!

Mas é essencial ler o post todo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui