Dona do terreno, UFRJ ganhará melhorias no campus Praia Vermelha com reforma do Canecão

Serão construídos um Centro Acadêmico e um refeitório com capacidade para 2.500 refeições diárias. A UFRJ terá acesso aos espaços do Complexo Cultural

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Após a notícia da concessão do Canecão, fechado há quase 16 anos em Botafogo, a casa de shows que iniciará obras este junho trará melhorias significativas para o campus Praia Vermelha da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), proprietária do terreno e vizinha à casa de shows.

Entre as melhorias, está a construção de um Centro Acadêmico, além de um refeitório com capacidade para até 2.500 refeições por dia. A universidade também terá direito ao uso dos espaços do Complexo Cultural. O consórcio vencedor em 2023, que assumiu a concessão da casa por 30 anos, será responsável por beneficiar a instituição. O Consórcio Bonus Klefer, composto pelas empresas Bonus Track Entretenimento e Klefer, lidera este empreendimento.

Será construída uma área de 10 mil metros quadrados, abrangendo as duas instalações da UFRJ. O investimento para os prédios será de aproximadamente R$ 45 milhões.

Advertisement

O Canecão foi uma das casas de espetáculo mais importantes do Rio. Abriu originalmente como cervejaria em 1967 e estreou como local de shows em 1969 com o espetáculo de Maysa, dirigido por Bibi Ferreira. Testemunhou a ascensão da MPB, com apresentações de renomados artistas como Chico Buarque, Vinícius de Moraes, Tom Jobim, Elis Regina e Clara Nunes. Abrigou também o surgimento do rock brasileiro nos anos 1980.

Em 1985, viveu um episódio marcante quando um então desconhecido Elymar Santos vendeu seu apartamento e carro para alugar a casa para seu show de estreia. Após um longo impasse entre seus proprietários e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que é proprietária do terreno, a Justiça concedeu ganho de causa à universidade em 2010. A casa de shows esteve fechada desde então, com sua última apresentação em 17 de outubro de 2010, com o show de Bibi Ferreira.

Antes de falecer, o empresário Mário Priolli, fundador do Canecão, doou todo o acervo da casa ao Instituto Ricardo Cravo Albin.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Dona do terreno, UFRJ ganhará melhorias no campus Praia Vermelha com reforma do Canecão
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui