Duas mulheres são presas por maus-tratos a animais em Magé

Segundo a polícia, 19 cachorros, das raças Shit-zu, Yorkshire e lulu da Pomerânia, eram criados em condições insalubres para venda clandestina

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira, (14/10), a Polícia Cívil prendeu em flagrando duas mulheres, que não tiveram os nomes divulgados, por maus-tratos a animais em Magé, na Baixada Fluminense. Segundo a Polícia, 19 cachorros, das raças shit-zu, yorkshire e lulu da pomerania, eram criados para venda clandestina e estavam em condições insalubres.

O delagado 66ºDP (Piabetá), Tiago Venturini, afirma que ao notarem o local de abuso foi dada a ordem de prisão.

O local não era limpo há muito tempo, tinha pouca água e iluminação solar. Os maus tratos ficaram claros e por isso foi dada a voz de prisão às duas investigadas que vão responder por maus tratos aos animais. A pena varia de dois a cinco anos de reclusão” afirma Venturini.

Os animais resgatados serão enviados para um abrigo.

Advertisement

A ação foi da Polícia Civil do 66ºDP (Piabetá) em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Saúde de Magé.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Duas mulheres são presas por maus-tratos a animais em Magé
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui