É ou não é? Eduardo Paes entra na polêmica e diz que Rio reconhce esports como esporte

Prefeito do Rio fez reunião com representantes do mercado de games e anunciou criação de coordenadoria para os esports

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes entrou na polêmica e afirmou que o Rio reconhece os esports como “importante modalidade de esporte”. O chefe do executivo muncipal também anunciou a criação de uma coordenadoria para o setor dentro da prefeitura. O objetivo transformar a cidade na “capital mundial dos esports”.

A opinião de Paes foi manifestada em rede social, nesta quinta-feira (12/01), após reunião com representantes do mercado de campeonatos de games. A reunião aconteceu dias depois de a ministra do Esporte, Ana Moser, declarar que esports não são esportes, o que gerou uma série de críticas por parte da comunidade de jogos eletrônicos, e tem provocado debates intensos nas redes sociais.

“Rio, capital dos esports! O Rio reconhece o esports como uma importante modalidade de esporte e que traz consigo os princípios mais importantes da prática esportiva como disciplina, foco, inclusão social e competição“, diz o post feito pelo prefeito no Twitter nesta quinta-feira.

Paes anunciou ainda que irá criar uma coordenadoria específica para esports, diretamente ligada ao gabinete do prefeito, para, nas palavras dele, “fazer do Rio a capital mundial dos esports“.

Advertisement

Leia também

Polícia Militar planeja ampliar sistema de reconhecimento facial para 650 câmeras no RJ

AquaRio promove primeira sessão para pessoas com Autismo

Participaram da reunião com o prefeito do Rio: a apresentadora Nyvi Estephan; o narrador Tácio “Schaeppi”; o cofundador da FURIA André Akkari; a dona da Black Dragons, Nicolle “Cherrygumms”; o dirigente da Miners Marcelo Fadul; o CEO da Player1, Leandro Valentim; e os jornalistas Barbara Gutierrez e Chandy Teixeira.

eduardo paes esports É ou não é? Eduardo Paes entra na polêmica e diz que Rio reconhce esports como esporte
Prefeito do Rio, Eduardo Paes, em reunião com representantes dos esports (Foto: Reprodução/Twitter)

Em novembro do ano passado, o Rio de Janeiro recebeu o IEM Major Rio 2022, o campeonato mundial de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), realizado pela primeira vez no Brasil e na América do Sul. O evento aconteceu primeiro no Riocentro e teve os playoffs disputados na Jeunesse Arena. A brasileira FURIA chegou às semifinais.

A reunião e a declaração de Eduardo Paes acontecem dois dias depois de a ministra do Esporte, Ana Moser, ter declarado, em uma entrevista ao UOL, que não considera os esports como esportes e que, por isso, não haverá investimento público neste segmento. Ela comparou os treinos de jogadores profissionais de esportes eletrônicos aos de preparação física da cantora Ivete Sangalo.

A meu ver, o esporte eletrônico é uma indústria de entretenimento, não é esporte. Então, você se diverte jogando videogame, você se divertiu. “Ah, mas o pessoal treina para fazer”. Treina, assim como o artista. Eu falei esses dias, assim como a Ivete Sangalo também treina para dar show e ela não é atleta da música. Ela é simplesmente uma artista que trabalha com entretenimento. O jogo eletrônico não é imprevisível. Ele é desenhado por uma programação digital, cibernética. É uma programação, ela é fechada, ela não é aberta, como o esporte”, disse Ana Moser na última terça-feira.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp É ou não é? Eduardo Paes entra na polêmica e diz que Rio reconhce esports como esporte

Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. A pessoa é hipertensa, com colesterol e glicose altos, fica só jogando games… me digam depois de um tempo o que aconteceu com ela. Óbvio que não é esporte, é a antítese da atividade física saudável.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui