Em 2 anos, Procon e Polícia Civil fiscalizaram mais de 170 estabelecimentos conjuntamente no RJ

Acordo de Cooperação Técnica entre Procon RJ e Polícia Civil está completando dois anos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

O secretário de Polícia Civil, Fernando Albuquerque, e o presidente do Procon-RJ, Cássio Coelho, se reuniram nessa quarta-feira (08/02), para fazer um balanço das operações e reforçar, no que for possível, o compromisso de cooperação mútua entre a autarquia e a Polícia Civil firmado em 08/02/2021, completando, nesse momento, dois anos de atuação em conjunto.

Desde o início deste acordo, foram realizadas 40 operações conjuntas em 178 estabelecimentos. Somente em postos de combustíveis, um dos principais setores denunciados, e instaladoras de gás natural veicular, foram feitas 128 fiscalizações. Setores como mercados, clinicas irregulares de bronzeamento artificial, quiropraxia, estética e oftalmologia, lojas de materiais de construção, depósitos de água, indústrias, distribuidores de gás, fábricas de suplementos alimentares, empresas de consignados e pirâmides financeiras também foram fiscalizados.

Nesse ano de 2023, com o apoio mútuo entre as instituições, duas operações já foram realizadas em clínicas irregulares de bronzeamento e supermercados, resultando em interdições e meia tonelada de alimentos impróprios descartados.

O Presidente da autarquia afirma que “acordos de cooperação com os demais Órgãos do Estado, em especial a Polícia Civil, possibilitam que mais consumidores sejam beneficiados e protegidos, pois são mais efetivos para coibir as práticas irregulares que trazem prejuízo a toda sociedade fluminense“.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

O Secretario de Policia Civil, Fernando Albuquerque, também reforçou a importância do acordo: “o Acordo de Cooperação entre as agências governamentais de polícia administrativa e judiciária na defesa dos cidadãos é muito importante, focando no emprego cada vez maior de inteligência e tecnologia para o crescente aperfeiçoamento das ferramentas de fiscalização do Poder público em defesa dos consumidores”.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Em 2 anos, Procon e Polícia Civil fiscalizaram mais de 170 estabelecimentos conjuntamente no RJ

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui