Em encontro com donos de bares e restaurantes, Rodrigo Neves prometeu criar fundo de incentivo ao segmento

"Rodrigo dialoga com todos os setores e não adotou posturas mais radicais em determinados momentos da vida,” disse Eduardo Paes, presente à reunião

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Rodrigo Neves durante a reunião com donos de bares e restaurantes do Rio. Eduardo Paes prestigiou o evento / Foto: Alex Ramos

Com o objetivo de fortalecer o Rio de Janeiro como polo de entretenimento, gastronomia e lazer, Rodrigo Neves (PDT), candidato ao Governo do Estado do Rio de Janeiro, reuniu-se, nesta segunda-feira (12), com representantes de bares e restaurantes em Botafogo, na Zona Sul da cidade. No encontro, que contou com a presença do prefeito Eduardo Paes (PSD), Neves apresentou propostas para fortalecer o Estado, além de ter prometido apoio para a geração de empregos e renda dos setores ali reunidos.

Atento às perdas relacionadas às diversões noturnas dos cariocas e fluminenses, o candidato pedetista prometeu resgatar a vida boêmia do Estado, especialmente da cidade do Rio de Janeiro, castigada pela violência urbana.

“Logo no início do governo vamos fazer uma forte parceria com o setor de bares, restaurantes e entretenimento, para fazer do Rio novamente o principal lugar do Brasil onde as pessoas curtem a noite, o samba, o chorinho, um bom restaurante, uma boa gastronomia. Para isso, a AgeRio vai financiar bares e restaurantes da cidade do Rio de Janeiro”, afirmou Rodrigo Neves.

Durante a reunião, o candidato ao Governo do Estado relembrou uma das criações do seu governo à frente de Niterói. Ele explicou como montou um Fundo Soberano, através da utilização dos royalties do petróleo. Medida que, segundo ele, pode ser aplicada à governança estadual, especialmente no setor de serviços. Neves lembrou que, durante a pandemia, parte do Fundo Soberano foi destinada a bares e restaurantes, de forma que os estabelecimentos suspendessem as suas atividade sem, no entanto, decretar falência.

Advertisement

“Em Niterói, eu fiz um Fundo Soberano com recursos dos royalties do petróleo. No Governo do Estado é possível utilizar parte destes recursos para criar um programa de cimento ao setor de serviços, que gera tantos empregos. Ninguém pode fechar. Todo mundo tem que crescer no setor de bares e restaurantes, porque isso é a cara do Rio. Quando veio a pandemia, rapidamente criei um programa inspirado na Alemanha, para que parte deste fundo soberano pudesse ajudar todas as pequenas empresas, com até 40 funcionários, sobretudo bares e restaurantes: durante 15 meses a Prefeitura pagou os salários de todos os funcionários destes estabelecimentos. Nenhum bar ou restaurante fechou. Não foi crédito. Foi dinheiro a fundo perdido, para salvar os empregos dos trabalhadores, o negócio dos empreendedores e consequentemente a Economia da cidade. E deu certo, mantivemos os empregos e os estabelecimentos”, contou Rodrigo Neves.

Em sua participação no evento, Eduardo Paes lembrou a boa administração feita por Rodrigo Neves na cidade de Niterói a qual, segundo Paes, Neves “arrumou”, sem tomar posturas radicais diante dos desafios enfrentados, especialmente durante a pandemia de Covid-19.

“Rodrigo dialoga com todos os setores e não adotou posturas mais radicais em determinados momentos da vida,” disse o prefeito do Rio.

Também esteve presente ao evento, o presidente do Sindicato de Bares e Restaurantes do Rio (SindRio), Fernando Blower, que entregou um conjunto de demandas do setor a Rodrigo Neves, que prometeu atendê-las através da criação de um grupo de trabalho integrado por especialistas e membros indicados pelos comerciantes para elaborar políticas públicas voltadas para o segmento. Compareceram ainda à reunião: representantes dos estabelecimentos: Bar Madrid, Bar da Frente, Cachambeer, Enchendo Linguiça, Carioca da Gema e Rio Scenarium.

“Bar e restaurante, além de ser um patrimônio dos seus proprietários, é um patrimônio da cidade. O bar, o restaurante, são a cara do Rio. Se deixar fechar, muito da alma da cidade se perde”, concluiu Rodrigo Neves.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Em encontro com donos de bares e restaurantes, Rodrigo Neves prometeu criar fundo de incentivo ao segmento
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui