Foto: Reprodução TV Globo

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, afirmou nesta quinta-feira (21/05), após se reunir com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto, que submeterá ao conselho científico do município nesta sexta-feira (22/05) um plano elaborado com empresários para retomar principalmente o setor do comércio e parte do setor de serviços do Rio de Janeiro.

Agora estamos no estudo da retomada. Se Deus quiser, nos próximos dias vamos começar a reabrir as coisas“, disse Crivella, na saída da reunião, realizada a convite de Bolsonaro, que pediu informações sobre a capital.

De acordo com o prefeito, a reabertura será escalonada “como todo lugar do mundo“. O prefeito disse houve uma queda de 80% das aglomerações e do número de passageiros em ônibus na cidade, o que daria “sinais no horizonte que devemos voltar as atividades”.

Questionado se fez algum pedido específico a Bolsonaro, o prefeito disse que há leitos disponíveis nos hospitais. “No Rio de Janeiro está, graças a Deus, havendo leitos, e enfrentando essa tragédia […] O Rio de Janeiro tem respiradores. Nós compramos na China 806 respiradores e já recebemos“, acrescentou.

O município do Rio tem, até a última atualização da prefeitura, 13.843 pessoas infectadas pelo Coronavírus com 2.376 vítimas fatais.

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informou que registra, até esta quinta-feira (21/05), 32.089 casos confirmados e 3.412 óbitos por coronavírus (Covid-19) no estado. Há ainda 1.095 óbitos em investigação e 227 foram descartados. Até o momento, entre os casos confirmados, 26.843 pacientes se recuperaram da doença.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui