Em São Cristóvão, dono de food truck é preso por furto de energia

Na ação, realizada na Praça Pinto Peixoto, a concessionária flagrou ligações clandestinas em oito food truck que atuavam no local

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Operação na Praça Praça Pinto Peixoto, no bairro da Zona Norte / Divulgação

Agentes da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD), peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) e funcionários concessionária Light realizaram, nesta quinta-feira (22), uma ação de combate ao furto de energia em São Cristóvão, na Zona Norte da cidade. Na Praça Pinto Peixoto, oito food trucks foram flagrados fazendo uso irregular de energia elétrica. Agentes da Polícia Civil prenderam em flagrante o proprietário de um dos veículos por furto de energia. O homem foi encaminhado à DDSD para prestar depoimento. A operação conjunta é resultado de denúncias feitas por moradores da região. A prática inviabiliza o registro do consumo de energia pelos equipamentos de medição da concessionária.

A Light atua em 31 municípios do Rio de Janeiro e enfrenta dificuldades estruturais históricas em muitas regiões, onde o índice de furto de energia é superior à média nacional. Somente em março de 2023, a concessionária registrou 58,36% em perdas resultantes do furto da energia distribuída ao mercado de baixa tensão – residências e comércios.

O Código Penal, no artigo 155, tipifica o furto de energia como crime, passível de pena de até oito anos de prisão. A prática, além de causar prejuízos à toda a população, também é perigosa. Interrupções no fornecimento de energia por sobrecarga e incêndios são alguns do problemas causados por ligações clandestinas na rede elétrica.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Em São Cristóvão, dono de food truck é preso por furto de energia
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui